COLUNA DA TRIBUNA

min de leitura - #

Filipe Barros segue Bolsonaro

Da Redação

| Edição de 31 de março de 2022 | Atualizado em 31 de março de 2022
Imagem descritiva da notícia Filipe Barros segue Bolsonaro

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O deputado federal paranaense Filipe Barros (foto) anunciou ontem sua saída do União Brasil (fusão do PSL com o DEM) e assinou filiação ao PL, mesmo partido do presidente da República, Jair Bolsonaro. O parlamentar lembra que está ao lado do presidente Bolsonaro desde 2005, quando ele ainda era deputado federal e sua campanha presidencial era considerada impossível para muitos “analistas políticos”. “Quando o traíram e o esfaquearam pelas costas, eu estive ao lado dele, e agora, com a nova campanha eleitoral presidencial, lutarei para reelegê-lo, pelo bem da nossa Nação”, afirmou o parlamentar, que tem seu reduto eleitoral em Londrina e em todo o Norte do Estado, inclusive no Vale do Ivaí, onde foi bem votado para a Câmara Federal. 

Novos secretários 
O governador Ratinho Junior (PSD) nomeou ontem dois novos secretários de Estado. Everton Luiz da Costa, que era presidente do Instituto Água e Terra, assume a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável do Turismo no lugar de Márcio Nunes (PSD). Elisandro Pires Frigo assume a Secretaria Administração e Previdência no lugar de Marcel Micheletto (PSD). Ele era diretor geral da mesma pasta. Hoje, Ratinho Jr. anunciará os substitutos de Ney Leprevost (PSD) na Secretaria da Justiça, Beto Preto (PSD) na Saúde e Sandro Alex (PSD), na Infraestrutura e Logística. Leprevost e Alex voltam à Câmara Federal. Beto Preto poderá disputar a Câmara ou Senado.
Fim da janela partidária
Termina hoje o prazo da janela de migração partidária. O período permite que deputados federais, estaduais e distritais que pretendam se candidatar às eleições deste ano troquem de partido, sem risco de perder o mandato (Lei n° 9.096/1995, art. 22-A). Fora da janela partidária, algumas situações são consideradas como justas causas para a mudança de partido. São elas: criação de uma sigla, fim ou a fusão de partido, desvio do programa partidário, ou grave discriminação pessoal. Portanto, trocas de legenda que não se enquadrarem nesses motivos podem levar à perda do mandato. Nas últimas semanas as trocas partidárias se intensificaram nas esferas estadual e federal.
Bazana atende Rio Branco
O deputado estadual Pedro Paulo Bazana (ex-PV e agora no PSD), recebeu em seu gabinete, nesta semana, a visita do prefeito de Rio Branco do Ivaí, Pedro Taborda Desplanches (MDB), que estava acompanhado da professora Aline Silva, de Grandes Rios. Na oportunidade, Taborda indicou Bazana como representante do município junto ao governo do Estado, ressaltando os recursos que o parlamentar, antes de assumir cadeira na Assembleia Legislativa, já havia conquistado para construção da sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Rio Branco do Ivaí. Bazana e o prefeito estiveram ainda na Secretaria do Desenvolvimento Urbano, onde encaminharam projeto para execução de obras de infraestrutura urbana. 
Incentivo ao jovem 
As deputadas federais Luísa Canziani (PSD-PR) e Margarete Coelho (PP-PI) estiveram anteontem com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, para tratar sobre um acordo de cooperação entre a Câmara dos Deputados e a Corte e que tem por objetivo impulsionar o voto dos jovens de até 18 anos nas eleições de outubro. Luísa é a deputada federal mais jovem da atual legislatura e, por isso, tem liderado campanhas para estimular a participação dessa parcela da população no pleito deste ano. Para tanto, foi firmada uma parceria institucional para ampliar ações sobre o tema, que serão elaboradas pelo TSE. Campanha do TSE já emitiu mais de 850 mil títulos de jovens.