POLÍTICA

min de leitura - #

Candidato Calixto propõe mudanças na indicação de ministros do STF

Fernando Klein

| Edição de 30 de agosto de 2022 | Atualizado em 30 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Candidato Calixto propõe mudanças na indicação de ministros do STF

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Candidato a deputado federal, o advogado Oduwaldo Calixto (PL), de Arapongas, defende mudanças no Supremo Tribunal Federal (STF) como uma de suas principais bandeiras. Segundo ele, é preciso mudar o formato de escolha dos ministros e também do impeachment no caso de irregularidades.

Procurador-geral do Município na gestão do ex-prefeito Beto Pugliese (de 2005 a 2008) e vereador por 60 dias em 2016, quando ficou na suplência, Calixto afirma que a política está no sangue. Ele conta que desde os 11 anos é um ativista político por conta da influência da mãe. Evangélico, o advogado afirma que defende a liberdade de culto religioso e os valores conservadores. 

Quanto ao STF, ele diz que é fundamental rever a questão do recall de ministros, mais costumeiramente chamado de impeachment. “Os pedidos de impeachment não podem ficar nas mãos apenas do presidente do Senado. Hoje, existem no Senado Federal mais de 200 pedidos de impeachment de ministros do STF e todos estão na assessoria jurídica da presidência sem nenhum despacho”, protesta.

Ele afirma ainda que vai propor, junto com colegas que pensam da mesma maneira, um mandato fixo de oito anos no Supremo. “A escolha dos atuais ministros é totalmente viciada. Esse processo tem que ser muito mais abrangente”, argumenta.

Segundo Calixto, Arapongas precisa de um deputado federal também para melhorar a arrecadação com recursos de emendas. Segundo ele, a matemática é “simples”. “No seu melhor momento, com Beto Pugliese (ex-prefeito) e Sérgio Onofre (atual prefeito), Arapongas arrecadou em emendas parlamentares 6% do seu orçamento global. Maringá, que tem deputados federais, arrecada entre 20% e 22% com emendas. Assim, caso eleja um deputado, Arapongas passará de 6% para no mínimo 20% quando assunto é emendas parlamentares”, assinala.

Calixto também afirma que tem como prioridade lutar contra a violência doméstica. “A violência contra a mulher é intolerável, mas há projetos na Câmara Federal que tratam desse tema parados há mais de dois anos. É inaceitável”. 

Oduwaldo Calixto já foi candidato a vereador por Arapongas nas eleições de 2013 pelo PP, quando obteve 588 votos. Em 2018 disputou uma vaga para deputado estadual pelo PR, somando 4.376 votos. E em 2020 voltou a disputar uma cadeira na Câmara de Vereadores de Arapongas, somando 370 votos.