CIDADES

min de leitura - #

​ Adolescente ivaiporãense lança livro de suspense

Da redação

| Edição de 27 de maio de 2018 | Atualizado em 25 de janeiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Gabriel Tassi Lara, 16 anos, estudante do 3ª ano do ensino médio em Ivaiporã acaba de estrear no mundo da produção literária. Na última segunda-feira, ele lançou pelo Facebook as primeiras edições do livro “A Nação Invisível”, uma história de espionagem, suspense e aventura. 

Imagem ilustrativa da imagem ​  Adolescente ivaiporãense lança livro de suspense

O livro de 323 páginas, que faz parte de uma trilogia, narra a história de Lyle e sua descoberta de que o mundo vai muito além do que os olhos podem ver. Os primeiros 200 exemplares foram vendidos em menos de uma semana. “A editora (Selo Jovem) que publicou faz quantos livros forem solicitados. Por não termos experiência pedimos inicialmente 200, para revender pelas redes sociais. Não durou uma semana, graças a Deus. Estamos pedindo mais 500, para correr atrás do lançamento oficial, e organizar alguns eventos”. 
Conforme Gabriel, a intenção do livro é explorar situações extremas e abordar a ideia de que há muito mais no mundo do que é revelado. O enredo trata também dos grandes avanços tecnológicos e o quão difícil vem se tornando a missão de manter a ordem e o controle internacional. 
“Nação Invisível é uma agência de espionagem ultrassecreta. É uma história de conspiração mundial, espionagem, traição, e dinheiro”, comenta.
Apesar da pouca idade, o adolescente Gabriel é muito dedicado no que deseja fazer. Além de estar concluindo a segunda parte da trilogia produz ainda outros dois livros, em gêneros diferentes. “Este primeiro livro se passa nos Estados Unidos. Estou também produzindo o ‘Arte da Mentira’ que está bem adiantado, trata-se da corrupção no Brasil. Trabalho ainda com um faroeste, está dando um pouco mais de trabalho, pois estou pesquisando um pouco da cultura da época”, revela. 
Os pais Marcia Tassi e Elizeu Lara estão entusiasmados com o talento do filho, e dão o total apoio ao jovem. 
Elizeu, conta que Gabriel não costuma mostrar o trabalho antes de ser concluído. “É uma coisa pessoal dele. Quando li o livro fiquei surpreso. Ele vai aguçando a gente a continuar lendo, e tem alguns momentos que me senti dentro do livro, vendo com os olhos do personagem”, completa.  (IVAN MALDONADO)