CIDADES

min de leitura - #

Ação conjunta vai recuperar manancial de Jandaia do Sul

Da Redação

| Edição de 28 de junho de 2022 | Atualizado em 28 de junho de 2022
Imagem descritiva da notícia Ação conjunta vai recuperar manancial de Jandaia do Sul

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e a Prefeitura de Jandaia vão trabalhar em conjunto na recuperação da nascente do Rio Marumbizinho. A área, ocupada irregularmente por 75 famílias, é objeto do projeto-piloto do programa estadual Vida Nova, que viabiliza a realocação de famílias de assentamentos precários para novas moradias. As casas, que estão em construção no município, devem ser finalizadas até julho de 2023, quando será dado início ao Projeto Fundo Azul da Sanepar, que prevê a execução de serviços como cercamento, terraceamento, plantio de mudas, drenagem e aceiros.

O programa Vida Nova, que tem gestão da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), visa reduzir o número de favelas no Estado. A parceria firmada com a Sanepar o direciona prioritariamente para áreas de mananciais.

“Com a desocupação de áreas de mananciais, o Governo do Paraná, por meio da Sanepar e da Cohapar, irá promover uma importante transformação social e ambiental no Estado”, diz a gerente de Recursos Hídricos da Sanepar, Ester Mendes.

O prefeito Lauro Júnior destaca não só o impacto social das ações, mas, também, o ganho ambiental para toda a cidade com a possibilidade de viabilizar o Parque da Nascente do Marumbizinho. “Estamos transformando para melhor a vida das pessoas”, afirma.

REVITALIZAÇÃO

A Favela Santo Antônio existe há 50 anos e a retirada das famílias do local garantirá a completa revitalização do manancial. A chefe regional do Escritório da Cohapar de Apucarana, Elisângela Costa de Araújo, afirma que este é um programa ímpar envolvendo a ação direta do Governo do Estado, por meio de suas secretarias e políticas públicas, junto com o município. “O programa traz um importante impacto social pelo acesso a moradias dignas a famílias oriundas de área de risco, em todas as suas vertentes: condições de habitabilidade, saúde e saneamento”, ressalta.