CIDADES

min de leitura - #

Ação solidária garante casa nova ao antigo dono do galo de Ivaiporã

Da Redação

| Edição de 18 de março de 2022 | Atualizado em 18 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

 servente de pedreiro Élcio Antunes da Silva, 51 anos, ex-dono do galo que ganhou fama nacional depois que foi apreendido por cantar de madrugada, recebeu nesta sexta-feira (18) a tão sonhada casa nova em Ivaiporã. Morador de uma casa de madeira na Vila Santa Terezinha, ele virou alvo de uma ação solidária que mobilizou uma série de empresários da cidade que garantiram a doação dos recursos necessários para construção da nova moradia. 

Participaram da campanha a Comercial Ivaiporã, que doou os materiais de construção, Formigão Tintas que cedeu as tintas para a pintura, OL Construtora que ajudou na mão de obra. Já rede de lojas MM arrematou o galo em leilão por R$ 10 mil. O valor foi revertido para a compra de móveis da nova casa e a ave foi levada para Ponta Grossa, sede da empresa.

A campanha também teve a participação da bióloga Denise Kusminski, diretora do Departamento de Meio Ambiente do município, que criou uma campanha na Vakinha Virtual “Ajude a melhorar a casa do dono do Galo de Ivaiporã” e arrecadou cerca de R$ 4 mil utilizados para serviços de mão de obra. O projeto da nova moradia foi realizado pelo arquiteto Gerson Cabral dos Santos. Seo Élcio também recebeu da lojas Bellos Pés Calçados quatro meses de cestas básicas. 

Demonstrando muita felicidade, seo Élcio agradeceu os colaboradores. “Foi uma providência de Deus e agradeço todos que colaboraram”. Já na nova moradia era possível ver outras aves que ele pretende criar na nova casa. Porém, ele garante que dessa vez vai procurar a Prefeitura para saber como proceder e afirma que não pretende arrumar mais confusão. “Quero Paz!”, destacou. 

Conforme o gerente da loja matriz da Comercial Ivaiporã, Edson Maia, a decisão de doar os materiais de construção partiu da direção da rede, sensibilizada com a situação de moradia do servente de pedreiro. 

“Estamos muito felizes por estarmos realizando este sonho do seo Élcio, a casa ficou bem bonita e podemos perceber a felicidade dele”, destacou. 

O empresário Elias Belarmino da Silva, dono da loja Studantil, que foi um dos organizadores da campanha também se mostrava muito satisfeito com o resultado final. Ele lembrou que logo após a apreensão havia comprado o galo para ajudar Élcio. 

“Ele vendeu para mim por R$ 200. Aí houve toda uma repercussão e pensei que poderia fazer algo melhor. Fizemos o leilão que arrecadou R$ 10 mil e depois com o pessoal que está aqui resolvemos fazer essa casa. E hoje se realizou o sonho dele. Que sirva de exemplo, para que mais pessoas possam também fazer esse trabalho”, disse Elias que também colaborou com parte dos custos da mão de obra.

Pedro Tecachuk, gerente de Ivaiporã das lojas MM disse que o galo famoso se encontra em Ponta Grossa. “Está em uma chácara da empresa junto com outras aves, onde é muito bem cuidado. Virou garoto propaganda da empresa”, completou Tecachuk.