CIDADES

min de leitura - #

Apucarana abre campanha de vacinação contra polio

Da Redação

| Edição de 05 de agosto de 2022 | Atualizado em 05 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Apucarana abre campanha de vacinação contra polio

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Começa na segunda-feira (8), a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite . A imunização é destinada a crianças com idade entre 12 meses e 5 anos incompletos, incluindo as que já receberam as vacinas anteriormente. Simultaneamente, acontecerá também a multivacinação para atualização da Caderneta de menores de 15 anos de idade.

A campanha segue até 9 de setembro, com o Dia D acontecendo no dia 20 de agosto. A Autarquia de Saúde de Apucarana (AMS) informa que a meta no município é vacinar 6.450 crianças contra a paralisia infantil. Pais e responsáveis podem procurar uma das 26 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com sala de vacina, de segunda-feira a sexta-feira, entre 8 horas e 16h30.

O prefeito Junior da Femac destaca a importância das duas campanhas de vacinação. “Nossas crianças e adolescentes não podem ficar vulneráveis a doenças que podem ser evitadas com vacinas que estão disponíveis na rede pública de saúde”, afirma Junior da Femac. 

A campanha multivacinação prevê a atualização das cadernetas de crianças e adolescentes menores de 15 anos, conforme o Calendário Nacional de Vacinação. São disponibilizadas doses que protegem contra diversas doenças como hepatite, tétano, difteria, meningite, febre amarela, sarampo, rubéola, caxumba, catapora, gripe e Covid-19, entre outras.

O secretário municipal da saúde, Emídio Bachiega, lembra que os pais ou responsáveis devem apresentar a carteirinha de vacinação de suas crianças e dos adolescentes. As duas campanhas de vacinação coincidem com realização da vacinação contra a COVID-19. As doses podem ser aplicadas simultaneamente com a vacina contra a Covid-19 na população a partir de 03 anos de idade.

POLIOMIELITE 

A poliomielite é uma doença contagiosa aguda causada por um vírus que pode provocar paralisias irreversíveis e fatais. A vacinação é a principal forma de prevenção. O Brasil não detecta casos de poliomielite desde 1989 e, em 1994 recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) a certificação de eliminação da doença. Em todo o mundo, as campanhas de imunização reduziram de centenas de milhares para apenas algumas dezenas o número de casos por ano. Recentemente, porém, a doença reapareceu em alguns países, levantando um alerta.