CIDADES

min de leitura - #

Atendimento a vítimas gera mobilização regional

Da Redação

| Edição de 07 de abril de 2022 | Atualizado em 07 de abril de 2022
Imagem descritiva da notícia Atendimento a vítimas 
gera mobilização regional

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Elaborar um fluxo de atendimento às vítimas de violência sexual no âmbito da região de Apucarana foi o tema da oficina de trabalho promovida hoje pela 16ª Regional de Saúde (16ªRS), no Cine Teatro Fênix. O evento rreuniu secretários municipais de saúde, profissionais de saúde, bem como instituições que atuam nas áreas de saúde, educação e assistência social.

De acordo com o diretor da 16ª RS, Marcos Vinícius da Costa, a mobilização regional para estabelecer um fluxo de atendimento às pessoas que sofrem violência sexual atende a um pedido do procurador da república da regional de Londrina, Raphael Otávio Bueno Santos. “O fluxo de atendimento envolve pelo menos três etapas: acolhimento, acompanhamento e atendimento”, afirma Marcos Costa.

“A vítima de violência sexual já está fragilizada e o que ela espera do poder público é receber um atendimento minimamente adequado. É preciso definir, dentro dos vários órgãos da rede pública e instituições da saúde, a atribuição de cada um com a finalidade de ofertar a melhor atenção às vítimas e treinamento para os profissionais que irão realizar esse trabalho”, afirma o procurador Raphael Santos.

O prefeito Junior da Femac, anfitrião do evento regional, enfatizou que todos têm que estar atentos as questões relacionadas à violência sexual. Não podemos aceitar que mulheres e crianças passem por essa situação. A administração municipal garante total apoio e investimentos para ofertar o melhor atendimento possível nesta área”, afirma Junior da Femac.