CIDADES

min de leitura - #

Cadeia de Arapongas será desativada no próximo mês, diz Deppen

Fernando Klein

| Edição de 12 de julho de 2022 | Atualizado em 12 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Cadeia de Arapongas será desativada no próximo mês, diz Deppen

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Departamento de Polícia Penal do Paraná (Deppen-PR) promete fechar definitivamente a cadeia de Arapongas a partir do próximo mês. A nova projeção foi feita pelo coordenador regional do órgão em Londrina, Reginaldo Peixoto. Inicialmente, a previsão era demolir o local em março deste ano.

Na última segunda-feira (11), 26 presos foram transferidos da unidade em operação que mobilizou integrantes da Polícia Militar (PM) e da Guarda Municipal (GM). Treze foram levados para o Minipresídio de Apucarana e outros 13 para Londrina. A cadeia de Arapongas ainda conta com cerca de 50 detentos. 

De acordo com o coordenador regional do Deppen, cerca de 90% da desativação já foi concluída, restando ainda quatro celas de triagem. “Fizemos um trabalho de permuta de presos com o minipresídio de Apucarana, já que só podemos enviar para Londrina presos condenados. Então, trouxemos 13 presos provisórios de Arapongas para Apucarana e encaminhamos 13 condenados de Apucarana para Londrina”, explicou Peixoto.

Segundo ele, a partir da demolição da cadeia de Arapongas, que deverá ocorrer no próximo mês, todos os presos provisórios do município serão encaminhados para Rolândia. “Como Arapongas ficará sem cadeia pública, até que o novo prédio fique pronto, os presos em flagrante na cidade serão encaminhados para o município mais próximo, no caso, Rolândia. Faltam apenas alguns detalhes burocráticos para que estes encaminhamentos já comecem a acontecer, mas este é o procedimento que será adotado daqui por diante”, afirmou.

O novo prédio do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Arapongas começou a ser construído em novembro do ano passado. A obra, localizada na Rua Rouxinol, na região do Parque Industrial XI, é resultado de uma articulação intensa do Conselho Municipal de Segurança (Conseg) do município, juntamente com a Administração Municipal e Governo do Estado. O cronograma está cerca de 40% concluído, segundo Paulo Sérgio Argati, secretário Segurança e Trânsito de Arapongas. 

Ele afirma que o município quer a demolição da antiga cadeia pública “o mais rápido possível”. Localizada na Rua dos Tucanos, na região central da cidade, a unidade foi palco de inúmeros motins ao longo dos anos, gerando reclamação da população. “É do nosso interesse (a demolição) para que o local pare de receber presos definitivamente e o espaço seja utilizado para outra finalidade”, diz. O prefeito Sérgio Onofre da Silva (PSC) tem a intenção de construir uma praça na área. (FERNANDO KLEIN E ALINE ANDRADE)