CIDADES

min de leitura - #

Cesta básica passa dos R$ 650 em Apucarana

Cindy Santos

| Edição de 10 de novembro de 2022 | Atualizado em 10 de novembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Cesta básica passa dos 
R$ 650 em Apucarana

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Opreço da cesta básica passou dos R$ 650 em Apucarana. Entre os meses de setembro e outubro, o custo dos 13 itens que compõem a cesta passou de R$ 648,45 para R$ 651,67, um aumento de R$ 3,22 (0,5%). A alta foi puxada sobretudo pelos valores do tomate (10,3%)  e da manteiga (10,7%), conforme aponta a pesquisa do Núcleo de Conjuntura Econômica e Análises Regionais (Nucer) do campus local da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

O levantamento mostra que a farinha de mandioca (8,39%), açúcar (7,43%), pão francês (1,22%), café em pó (0,99%), batata (0,91%) e arroz agulhinha (0,40%) também ficaram mais caros. Em contrapartida, a banana prata (-5,13%), carne bovina (-1,75%), óleo de soja (-1,62%), feijão (-0,40%) e o leite longa vida (-0,40%) ficaram mais baratos.

“O preço do tomate tem vários motivos para a variação. Mais localmente foram os temporais, mas de forma geral as questões climáticas também influenciaram. Assim como o aumento da demanda que vem ocorrendo um aumento nos últimos dois meses. No caso da manteiga são reposições de estoques com novos custos”, analisa o economista Rogério Ribeiro, professor da Unespar Apucarana. 

Ainda conforme a pesquisa, os preços médios da carne bovina e da batata seguraram um pouco o preço da cesta básica. Juntos eles baixaram o custo total em R$ 7,98.

ARAPONGAS

Em Arapongas, a vilã foi a batata que teve aumento de 20,1% no preço, seguida pelo tomate (9,96%), farinha de mandioca (3,59%), feijão carioquinha (3,53%), café em pó (2,20%), pão francês (1,25%), carne bovina (0,21%) e açúcar cristal (0,09%). Os itens que apresentaram reduções de preços relativos foram: óleo de soja (-2,87%), leite (-2,82%), manteiga (-0,46%), arroz agulhinha (- 0,30) e banana prata (-0,24%). 

Entre setembro e outubro o preço cesta básica ficou 1,78% mais caro, passando dos R$ 650,13 de setembro para R$ 661,73 em outubro, alta de R$ 11,6.