CIDADES

min de leitura - #

Depen estuda programa de reinserção no Minipresídio

Da Redação

| Edição de 30 de junho de 2022 | Atualizado em 30 de junho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O diretor do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR), delegado Francisco Alberto Caricati, esteve em Apucarana ontem. Acompanhado do diretor do Escritório Social do Depen, Everton Rodrigo dos Santos, manteve audiência com o vice-prefeito, advogado Paulo Sérgio Vital, onde apresentou ao município detalhes de um programa estadual de qualificação de mão-de-obra prisional. “Trata-se de uma ação diferenciada que já tem sido desenvolvida com sucesso em outras unidades carcerárias em cidades como Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu e Cascavel, visando capacitação profissional para uma melhor reinserção social do preso”, explicou Caricati, destacando que o modelo vem sendo referenciado a outros estados brasileiros pelo Ministério da Justiça. 

Uma vez desenvolvido no município, revelou o diretor do Depen, seriam beneficiados todos os cerca de 300 presos em regime fechado, entre homens e mulheres, da Cadeia Pública de Apucarana, conhecida por Minipresídio. Enquanto os do regime semiaberto, que atualmente abrange cerca de 80 pessoas. “Em todo o Paraná, já são mais de 40 municípios conveniados à iniciativa, que também conta com parceria da iniciativa privada”, pontua Caricati, diretor do Depen. 

O vice-prefeito Paulo Vital, que representou o prefeito Júnior da Femac que cumpria outra agenda oficial, disse que toda iniciativa em prol do ser humano tem o apoio da prefeitura. “Apucarana tem uma grande iniciativa neste sentido também através do Patronato Municipal e parabenizamos ao Governo do Paraná por este programa”, disse Vital.