CIDADES

min de leitura - #

Dinâmica do Proerd ajuda a identificar abuso em Ivaiporã

Adriana Savicki

| Edição de 04 de maio de 2022 | Atualizado em 04 de maio de 2022
Imagem descritiva da notícia Dinâmica do Proerd ajuda a identificar abuso em Ivaiporã

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Proerd – programa de conscientização realizado pela Polícia Militar nas escolas – ajudou a identificar uma vítima de abuso em Ivaiporã, a segunda em pouco mais de uma semana. A criança tem 10 anos e o caso foi encaminhado para o Ministério Público e Polícia Civil.

Segundo a PM, o caso foi identificado pela Caixinha do Proerd, uma dinâmica adotada plo programa que abre espaço para que as crianças possam fazer perguntas ou pedir orientações aos policiais de forma reservada, sem se expor durante as aulas. No bilhete, a criança pediu orientação do que fazer caso seja abusada. 

O bilhete não identificou o autor, mas com apoio da escola foi possível chegar à criança. No relato feito posteriormente, a criança contou que um familiar que reside na mesma casa lhe mostrou vídeos pornográficos e tentou passar a mão em seu corpo. Além da violência, a criança demonstrou medo intenso do familiar e teria atentado contra si mesma.

Preventivamente, a criança foi retirada da casa. A denúncia está sobre a investigação da Polícia Civil. Detalhes a respeito da criança e do caso não estão sendo divulgados a fim de resguardar a criança até que se proceda a apuração dos fatos.

Este é o terceiro caso de abuso relatado através da “Caixinha do Proerd” em Ivaiporã desde a retomada do programa, no último trimestre de 2021. No último dia 23, uma criança com a mesma idade apontou um familiar próximo como abusador. Em outubro do ano passado, poucos dias após o Proerd ter sido retomado, um homem de 31 anos foi preso preventivamente pela Polícia Civil, suspeito de abuso sexual contra a enteada de 10 anos. O caso também foi denunciado na dinâmica do programa. (ADRIANA SAVICKI)