CIDADES

min de leitura - #

Idosos relatam insegurança após furtos no transporte coletivo de Apucarana

Da Redação

| Edição de 09 de novembro de 2022 | Atualizado em 09 de novembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Idosos relatam insegurança após furtos 
no transporte coletivo de Apucarana

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Os furtos registrados dentro do transporte coletivo de Apucarana despertaram o medo dos idosos que utilizam ônibus diariamente. Em menos de um mês, ao menos seis idosos tiveram dinheiro furtado enquanto estavam dentro do transporte público. Os casos mais recentes foram registrados anteontem dentro do Terminal Urbano. Um idoso, que não teve idade informada, teve R$ 850 e dois cartões de crédito furtados, logo após ingressar em um ônibus, no ponto da Rua Ponta Grossa. Outras vítimas de furto também registraram boletins de ocorrência anteontem, na segunda e sexta-feira.  

Usuário do transporte coletivo, o aposentado Luiz Coco, 79 anos, conta que quase teve a carteira levada por um homem estranho dentro de um ônibus, mas percebeu a atitude suspeita e conseguiu evitar o crime. “Um cara queria me furtar dentro da circular. Ele levou a mão no meu no meu bolso e eu tirei a mão dele com força”, relembra. 

Quem utiliza o transporte público com frequência revela a sensação de medo. A aposentada Luzia Cardozo, 71 anos, redobrou os cuidados para não se tornar alvo dos criminosos. 

“Estou morrendo de medo. Não estou confiante, meu olho fica correndo de um lado para o outro”, conta. 

Quando entra no ônibus, ela adota o comportamento de alerta o tempo todo e segura a bolsa com firmeza do lado da frente do corpo, para dificultar a ação dos criminosos. “É preciso ficar mais atento. Eles fazem isso porque o povo facilita”, alerta. 

Na opinião da aposentada Rosa Malaquias, 71 anos, falta segurança dentro do Terminal Urbano, pois existem muitos problemas naquele ambiente. Ela usa o transporte coletivo diariamente e afirma que flagrou muitos furtos dentro dos ônibus. 

“Eu já vi muitas vezes, de chegar em casa passando mal. Os idosos estão correndo perigo. Já estão incapacitados e têm que ficar correndo de bandido?”, indaga. 

A aposentada disse que os suspeitos de praticar os crimes são um homem e uma mulher. “Deveriam criar vergonha na cara e não assaltar os coitadinhos dos idosos que já trabalharam tanto para sobreviver”, afirma. (CINDY SANTOS, COM COLABORAÇÃO DE LIS KATO)

VAL encaminhou imagens  das câmeras para a polícia

Câmeras instaladas nos veículos do transporte coletivo registraram a ação dos autores dos furtos. O diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), Carlos Mendes, informa a Viação Apucarana LTDA (VAL) – que têm a concessão do transporte público do município – encaminhou as imagens para a Polícia Civil que investiga os crimes. 

Mendes informa ainda que além de terça, também foram registrados furtos dentro dos ônibus na segunda-feira (7) e na sexta-feira (4), o que eleva o número de vítimas, na maior parte, pessoas idosas. Segundo ele, nas imagens aparece um grupo formado por três, as vezes quatro pessoas. Enquanto uma parte do bando puxa conversa com a vítima para distraí-la, o outro furta a carteira. “A primeira impressão é que são as mesmas pessoas. Mas só a polícia pode confirmar isso”, diz. 

Os alvos, segundo Mendes, são pessoas idosas e geralmente os crimes acontecem no começo do mês, por causa do pagamento da aposentadoria. “Vamos acompanhar e a própria empresa tem interesse em coibir isso”, afirma. 

Mendes orienta que vítimas de crimes dentro do transporte coletivo acionem a polícia e registrem a ocorrência.