CIDADES

min de leitura - #

Jandaia contrata 11 médicos para reforçar especialidades

Aline Andrade

| Edição de 31 de março de 2022 | Atualizado em 31 de março de 2022
Imagem descritiva da notícia Jandaia contrata 11 médicos  para reforçar especialidades

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O prefeito Lauro Junior e o diretor do Departamento de Saúde, Tadeu Rocco, receberam nesta semana, onze novos médicos especialistas que passarão a atender a população de Jandaia do Sul, dentro do Programa + Especialidades.

Segundo dados da secretaria de Saúde do Município Tadeu Rocco, a demanda reprimida de pacientes que aguardam por consultas de especialidades passa de 1.400 pessoas, necessidade que cresce diariamente conforme os atendimentos das Unidades Básicas de Saúde acontecem. 

“Através do programa, serão disponibilizadas consultas mensais de especialidades como Cardiologia, Neurocirurgia, Pediatria, Ginecologia/Obstetrícia, Ortopedia/Traumatologia, Dermatologia, Vascular, Radiologia, Cirurgião Geral e Oftalmologia. No total, o programa deve disponibilizar cerca de 890 consultas/mês com especialistas”, detalhou.

Rocco conta que existe um projeto em andamento para a construção de uma clínica de especialidades, que deverá ser erguida até o final deste ano em Jandaia do Sul. “Com isso, queremos evitar a saída dos nossos munícipes para consultas com especialistas em outros municípios. Por enquanto, estes médicos estão alocados nas UBSs, mas assim que a clínica estiver pronta, realizarão os atendimentos no novo espaço”, explicou.

O secretário afirma que o reforço no ‘time’ médico da cidade é fundamental para oferecer mais qualidade de vida à população. “Vamos continuar encaminhando os casos mais complexos para o Cisvir e hospitais de referência da região. Mas com este programa, pretendemos trazer cada vez mais profissionais de saúde para o município, fazendo com que a população não tenha que se deslocar em cidades vizinhas para atendimento médico especializado em casos mais simples”, garantiu. (ALINE ANDRADE)