CIDADES

min de leitura - #

MTur mapeia potencial turístico no Vale do Ivaí

Da Redação

| Edição de 13 de setembro de 2022 | Atualizado em 13 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia MTur mapeia potencial turístico no Vale do Ivaí

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O município de Apucarana foi selecionado pelo Sebrae Nacional e pelo Ministério do Turismo (MTur) para ser sede de um trabalho regional que tem como foco a promoção do conceito do destino turístico inteligente (DTI) junto aos municípios do Vale do Ivaí.

O levantamento de dados, visando a formatação de um diagnóstico com base nos pilares de governança, tecnologia e desenvolvimento sustentável, teve início nesta semana em Apucarana, e também será realizado nas cidades de Ivaiporã, Jandaia do Sul, Lunardelli, Faxinal e Jardim Alegre. “Trata-se de um trabalho de relevante importância, cujo produto final vai contribuir para o fortalecimento dos destinos turísticos em toda nossa região, melhorando não só as experiências do turista, mas também a qualidade de vida das populações envolvidas”, pontua o prefeito Júnior da Femac. 

O trabalho de diagnóstico regional tem como gestor o Sebrae Apucarana, através dos consultores Tiago Cunha e Joelma Katto, com trabalhos de campo e pesquisa a cargo da agente de turismo credenciada Érica Búfalo. 

Os trabalhos nos seis municípios do Vale do Ivaí devem seguir até o final de dezembro. “A partir do diagnóstico, outras etapas serão desenvolvidas visando trabalhar ações e estratégias, como a criação de comitês de inovação, promoção de workshops com os atores do turismo, mentorias e visitas técnicas”, detalha Érica Búfalo, consultora credenciada ao Sebrae Paraná e que está em Apucarana nesta semana para dar início ao diagnóstico local.

Além da Catedral Nossa Senhora de Lourdes, museus e parques públicos, ela explica que irá conhecer e catalogar também destinos turísticos com investimento da iniciativa privada. “Até o final dos trabalhos devo regressar ao município em pelo menos outras duas oportunidades. Além dos atrativos turísticos, o diagnóstico também envolve impressões técnicas relacionadas à hospedagem e alojamento, setores de transporte, alimentação, infraestrutura urbana e rural, entre outros ligados ao segmento do turismo”, resume Érica.

O objetivo principal do diagnóstico, conclui ela, é contribuir para a criação de produtos que proporcionem ao Vale do Ivaí soluções turísticas geradoras de experiências positivas tanto aos turistas quanto aos moradores. “A partir do diagnóstico, os municípios irão ter conhecimento da atual realidade (o que está bom) e o que pode ser aperfeiçoado”, diz Érica Búfalo, frisando que as impressões já são bem positivas em Apucarana. “O turismo inteligente envolve várias dimensões – tecnologia, governança, sustentabilidade. Com relação à Prefeitura de Apucarana, encontrei um site exclusivo para o turismo muito bem elaborado, com muitas informações”, elogiou.