CIDADES

min de leitura - #

Nossa Senhora de Lourdes vai ganhar novas cores

Silvia Vilarinho

| Edição de 04 de outubro de 2022 | Atualizado em 04 de outubro de 2022
Imagem descritiva da notícia Nossa
Senhora de Lourdes vai ganhar novas cores

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Um dos cartões postais mais tradicionais de Apucarana, a Catedral Nossa Senhora de Lourdes – a única do país a ser encimada pela imagem de uma santa e não da tradicional cruz – vem chamando ainda mais a atenção pública nesta semana. Operários que estão fazendo a revitalização da igreja estão trabalhando no ponto mais elevado da igreja matriz, a imagem da santa, que está a 50 metros de altura.

Diariamente, dezenas de pessoas que circulam pelo centro da cidade param para acompanhar um pouco do trabalho dos homens, que trabalham pendurados no alto da torre da igreja. A imagem de Nossa Senhora de Lourdes tem 10 metros de altura.

O responsável técnico pelo trabalho, Célio Pereira de Melo, se mostra orgulhoso pelo trabalho de revitalização da catedral. Para ele, a Santa é o ponto “mais bacana” da igreja, diz, referindo-se ao acesso muito difícil e que, exatamente por isso, atrai os olhares do público. “Muita gente para e faz fotos. E ela está mudando, ficando ainda mais bela”, afirma.

Célio estima que o trabalho de revitalização deve avançar até dezembro ou até janeiro de 2023, conforme as estimativas. A finalização depende da ajuda do clima, uma vez que períodos chuvosos costumam atrasar os trabalhos em áreas externas.

Segundo ele, o trabalho começou com a desinfecção de toda a superfície, para a remoção das manchas de bolor e mofo. Em seguida, foi realizada a lavagem do prédio, com produtos específicos e a fixação, com a aplicação de um fundo preparado de paredes. Só depois dessa fase que são feitos os reparos e correções nas áreas danificadas das paredes, antes da pintura final. A revitalização vai preservar a mesma tonalidade da igreja, que foi reformada pela última vez há 25 anos.

Célio se diverte com a curiosidade das pessoas sobre o trabalho na catedral. “É gratificante fazer esse trabalho. Nos sentimos premiados em fazer essa obra e toda a equipe está empolgada”, diz.

Sobre trabalhar nas alturas, Célio garante que é tranquilo. Ele destaca que os profissionais são todos experientes, passam por treinamentos e usam equipamentos de segurança adequados. “A empresa trabalha com pintura em prédios em toda a região. Estamos acostumados a trabalhar em locais de difícil acesso”, afirma. (SILVIA VILARINHO)