CIDADES

min de leitura - #

Operação da PF cumpre mandado em Jardim Alegre

Da Redação

| Edição de 20 de outubro de 2022 | Atualizado em 20 de outubro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Cerca de 200 policiais federais se mobilizaram ontem em uma operação contra uma organização criminosa que contrabandeava cigarros e agrotóxicos no cumprimento 24 mandados de prisão e 34 de busca e apreensão em cinco estados do país. Na região, um mandado foi cumprido em Jardim Alegre. 

No Paraná, os mandados foram cumpridos Terra Roxa - onde residem os chefes do esquema, segundo a PF -, Umuarama, Amaporã, Alto Piquiri, Iporã, Jardim Alegre e Campo Mourão. Outros mandados foram cumpridos em Nova Prata no Rio Grande do Sul, Palmas no Tocantins, Luís Eduardo Magalhães na Bahia e Mundo Novo no Mato Grosso do Sul. A PF não detalhou o teor dos mandados cumpridos.

Segundo a corporação, foram sete meses de investigação. A operação, batizada de “Terra Envenenada”, também visava tirar de circulação bens e imóveis ligados a 36 investigados e bloqueio de contas dos suspeitos.

Ao longo das investigações, A PF identificamos dezenas de empresas agropecuárias em diversos estados pelo Brasil que levavam a demanda para o grupo principal e vendiam os agrotóxicos para o consumidor final.

As investigações mostraram que os suspeitos traziam as drogas pelo Rio Paraná e armazenavam em sítios e chácaras em Terra Roxa, local onde os criminosos moravam.

Depois os materiais eram transportados com escolta de contrabandistas e entregues a empresas que recebiam os produtos para serem comercializados, conforme a PF, em vários locais do Brasil.