CIDADES

min de leitura - #

Polícia desmantela esquema de tráfico e prende mãe e filho em Borrazópolis

Cindy Santos

| Edição de 04 de maio de 2022 | Atualizado em 04 de maio de 2022
Imagem descritiva da notícia Polícia desmantela esquema de tráfico 
e prende mãe e filho em Borrazópolis

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Uma operação deflagrada ontem pela Polícia Civil de Faxinal prendeu três suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas e apreendeu mais de 2 kg de cocaína, quase 1 kg de crack, porções de maconha, R$ 20 mil em dinheiro, armas, dois carros de luxo e celulares. Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em Apucarana, Borrazópolis e Cambé. Entre os objetos apreendidos está uma arma de fogo dissimulada, com aparência inofensiva, mas que tem poder de disparar um projétil. 

De acordo com o delegado Ricardo Mendes, em Borrazópolis foram presas duas pessoas que são mãe e filho. O homem, inclusive, já havia sido preso em janeiro deste ano, ocorrência que culminou com o início das investigações e a descoberta de uma estrutura criminosa que compra grandes quantidades de drogas e repassa para pequenos traficantes, que por sua vez, vendem para os usuários.

Na casa onde moram os dois presos a polícia encontrou embalagens para fracionamento de entorpecentes, celulares e armas. Uma das armas chamou a atenção, pois trata-se de uma espécie de ‘caneta-revólver’ com poder de disparar um projétil. “Colocamos uma munição e confirmamos que é possível efetuar um disparo com a arma”, afirmou o delegado. 

A operação teve desdobramentos em Apucarana, em uma casa no Jardim Aeroporto, onde mora o irmão do traficante preso. No local, os policiais apreenderam apenas celulares, contudo, a polícia disse que chamou a atenção o alto padrão de vida levado pelo suspeito que desfruta de casa e carro luxuosos. 

Mandados de prisão também foram cumpridos em Cambé, onde uma idosa de 70 anos foi presa. Na casa da mulher, foram apreendidos mais de 2 kg de cocaína, quase 1 kg de crack, porções de maconha, balança de precisão, R$ 20 mil em dinheiro e três veículos sendo uma caminhonete, um Chevrolet Cruze e um Audi. 

De acordo com o delegado Ricardo Mendes, que comandou a operação batizada como ‘Imperator’, as investigações começaram em janeiro com a prisão do traficante de Borrazópolis, que foi solto e novamente preso ontem junto com a mãe. 

A partir da primeira prisão, os investigadores começaram a levantar e identificar a estrutura da organização criminosa abastecida com grandes quantidades de maconha fornecida por um traficante do Paraguai que, segundo o delegado, só aceita encomendas acima de 50 quilos de droga. 

Além de maconha, a polícia descobriu que o traficante de Borrazópolis também comprava cocaína e crack de um fornecedor que mora em Cambé. A Polícia Civil informou que a operação terá outros desdobramentos para identificar e prender outros envolvidos nesse grande esquema de tráfico de drogas.