CIDADES

min de leitura - #

Preço do material escolar varia até 1000%, aponta Procon Arapongas

Da Redação

| Edição de 18 de janeiro de 2023 | Atualizado em 18 de janeiro de 2023
Imagem descritiva da notícia Preço do material escolar varia até 1000%, aponta Procon Arapongas

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Uma folha de cartolina – item comum na lista de material escolar – custa de R$ 1,20 a R$ 4,99, uma diferença de preços de 315% em Arapongas. A variação foi levantada em pesquisa realizada pelo Procon divulgada ontem. 

Com foco na volta às aulas, o órgão de defesa do consumidor comparou preços de 35 produtos em cinco estabelecimentos comerciais. A coleta de dados foi feita entre 12 a 17 de janeiro incluindo 35 produtos, entre cadernos, borrachas, dicionários, apontadores, canetas, cartolinas, colas, lápis, tintas, tesouras, entre outros. 

A já citada variação de preço da cartolina, inclusive, não foi a maior. O papel de presente registra uma diferença de 1.012% entre o menor (R$ 0,40) e maior preço praticado (R$ 4,45). Outros itens com grande variação são a borracha branca Mercur, com variação entre R$ 0,60 e R$ 3,49 (481%); caderno de caligrafia com variação de R$ 9,99 e R$ 30,30 (203%). As menores variações foram constadas em cola colorida, com variação de 6,25% e caderno de aritmética pedagógico, vendido entre R$ 9,90 e R$ 11,50, variação de 16%.

“O objetivo da pesquisa é esclarecer o público oferecendo uma referência ao consumidor através dos preços obtidos. É necessário que os pais ou responsáveis estejam atentos, e que realizem pesquisas de preços, podendo assim, ajustar os gastos ao orçamento doméstico”, disse a coordenadora do Procon, Fabiani Silvério Barbist. 

Segundo Fabiani, a pesquisa de preços de material escolar é realizada todo início de ano letivo justamente para conscientizar e auxiliar consumidores. Além da pesquisa, ela destaca que é preciso ficar atento à certificação dos produtos junto ao Instituto Nacional de Metrologia, qualidade e Tecnologia (INMETRO), exigir emissão de nota fiscal, caso haja a necessidade da troca do produto, e verificar informações contidas nos produtos, tais como, características, qualidade, prazo de validade e preço.

Qualquer irregularidade deve ser denunciada junto ao PROCON-Arapongas, através do telefone: 3902-1173.

Sestran inicia vistoria de veículos do transporte escolar

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (Sestran) de Arapongas, já começou as vistorias nos veículos de transporte escolar, conforme prevê o art. 136 do Código de Trânsito Brasileiro. Os proprietários devem primeiramente procurar a sede do Ciretran para a realização da vistoria veicular. Com posse do certificado emitido pelo órgão, devem dirigir-se até à Diretran para atualização do cadastro e recebimento do Selo de Regularização Municipal de 2023.Segundo o secretário da Segurança, Paulo Argati, as vistorias são feitas semestralmente. “A cada seis meses esses veículos devem ser vistoriados para que recebam os selos. Isso facilita a fiscalização, tendo em vista que, uma vez que avistamos uma van adequadamente adesivada, dificilmente ela será abordada. Tendo em vista que as aulas retornam no dia 02 de fevereiro, orientamos que os motoristas procurem o Detran, e depois, venham até a Diretran”, explica.