CIDADES

min de leitura - #

Prefeitura de Ivaiporã inaugura central de compostagem no aterro sanitário

Da Redação

| Edição de 13 de julho de 2022 | Atualizado em 13 de julho de 2022
Imagem descritiva da notícia Prefeitura de Ivaiporã inaugura central
de compostagem no aterro sanitário

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Ivaiporã inaugurou ontem a primeira central de compostagem do município. Instalada no Centro de Triagem de Recicláveis que fica localizado no Aterro Sanitário do Município e, a unidade é gerida pela Cooperativa de Materiais Recicláveis de Ivaiporã (Copemari). Para a instalação da central de compostagem foram investidos R$ 80 mil através do Programa Lixão Zero do Governo Federal e contrapartida da prefeitura na instalação e realização de adequações da estrutura do barracão.

A prefeitura também dá suporte para a cooperativa, mantendo no aterro retroescavadeira, trator de esteira, caminhão caçamba, além de equipamentos para operacionalização e manutenção do serviço, como triturador de galhos, barracão de triagem, refeitório, balança rodoviária e trincheira operacional.

Segundo o engenheiro ambiental, Alcides Pascoal Junior, consultor do Departamento de Meio Ambiente, a central de compostagem vai evitar que resíduos orgânicos como restos de alimentos, frutas, legumes e verduras, coletados na cidade sejam descartados no aterro sanitário. Pelo projeto, o material será reciclado e transformado em adubo ecológico.

“A central de compostagem vai aumentar a separação dos materiais no aterro sanitário. Consequentemente aumentando a vida útil do aterro também”, disse Pascoal.

Ele relata ainda que as trincheiras de resíduos do aterro sanitário de Ivaiporã têm capacidade para dois anos. “Claro que com a compactação desses materiais com trator de esteira, a separação na fonte, beneficiamento da compostagem, tudo isso vai aumentar essa vida útil para aproximadamente três anos”.

O prefeito Luiz Carlos Gil lembrou que o aterro sanitário de Ivaiporã entrou em operação nos primeiros meses de 2013, quando também foi desativado o lixão.

“E agora com essa parte da compostagem que era o que faltava aqui no aterro, nós vamos poder depositar cada vez menos lixo nas trincheiras, onde atualmente vai muito material orgânico. Esse material orgânico agora vai ser trabalhado e virar um adubo que poderá ser usado no paisagismo da cidade. Acreditamos que vai reduzir em 30% o material que é depositado nas valas a partir da compostagem”.

Também participaram da inauguração a presidente do legislativo Gertrudes Bernardy e os vereadores José Maurino Carniato e Emerson Bertotti. “Mais uma vez Ivaiporã está saindo na frente com esses projetos que vem cuidar do nosso meio ambiente”, destacou Gertrudes.


Cooperativa recebe kit de equipamentos de R$ 120 mil

Na oportunidade, também foi entregue para a Copemari, um kit de triagem composto por uma esteira mecânica, carrinho transportador de fados, balança eletrônica, prensa hidráulica vertical, empilhadeira elétrica e carrinho transportador. Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Governo do Estado no valor de R$ 120 mil. Segundo a diretora municipal de Meio Ambiente, Denise Kuminski, Ivaiporã tem hoje uma ótima infraestrutura no aterro sanitário, “e pedimos para a população a conscientização para fazer a separação dos resíduos nas residências”, disse.

Greiciele Aline Arcanjo Allein, presidente da Copemari, diz que a instalação da central de compostagem e os novos equipamentos chegaram em boa hora. “Atualmente temos 27 associados, só com o reciclado. A partir do momento que começarmos a trabalhar com a compostagem vamos precisar de mais mão de obra”, enfatizou Greiciele.