CIDADES

min de leitura - #

Prefeitura libera alvará da radioterapia do Honpar

Da Redação

| Edição de 20 de maio de 2022 | Atualizado em 20 de maio de 2022
Imagem descritiva da notícia Prefeitura libera alvará da radioterapia do Honpar

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre, formalizou nesta sexta-feira (20), a liberação do alvará de construção do novo bloco para tratamento de radioterapia, do Hospital Norte Paranaense (Honpar). O ato contou também com a presença do presidente da associação mantenedora do hospital, Umberto Tolari.

“Este é um projeto do Ministério da Saúde. Algo que ficou suspenso por dois anos e meio e que agora foi retomado. O projeto para a construção deste importante bloco já foi aprovado junto ao Ministério da Saúde e também pelo Governo do Estado. Hoje demos o último passo antes do início das obras, que foi por parte do município, com a liberação do alvará de construção”, explicou Tolari.

Onofre comemorou o importante passo para a implantação de bloco específico para o tratamento, tendo em vista que os pacientes precisam se deslocar para outras cidades. “Um dia especial para Arapongas. Uma luta de anos do Honpar para a construção e implantação da radioterapia. A quimioterapia já é realizada pela Honpar, mas os pacientes que necessitavam da radioterapia precisavam se descolar para outras cidades. Isso irá ampliar e fortalecer o acesso. Pacientes de Arapongas e demais cidades poderão iniciar o tratamento contra o câncer aqui, e finalizá-lo por completo em nossa cidade”, salientou.

PROJETO

O bloco voltado para o tratamento oncológico em radioterapia será construído junto ao novo Pronto-Socorro do Honpar; obra que vem sendo executada às margens da PR-444. O novo espaço de radioterapia terá capacidade de atender cerca de 80 pacientes por dia. A previsão é que dentro de um ano o espaço seja entregue.

O Honpar atende mensalmente na área oncológica (em todas as especialidades) 1.300 pacientes ao mês. Com a implantação do tratamento de radioterapia, a capacidade de atendimento pode aumentar em torno de 40%.