CIDADES

min de leitura - #

Primeiro lote será enviado a outros estados

DA REDAÇÃO

| Edição de 05 de fevereiro de 2022 | Atualizado em 17 de fevereiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Com as mulheres ganhando confiança, foi chegando a hora de pensar no final da cadeia produtiva: a comercialização. “A nossa agroindústria comprou uma parte da produção para dar mais visibilidade e pro pessoal da região poder experimentar o café especial da própria região”, destaca Lucas Rafael Ravar.

Aproveitando os clientes da marca, o café delas pode chegar rapidinho à Capital e a outros estados, como Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. “Nosso intuito é que o projeto deslanche pra valorizar a mulher na lavoura, que é agricultora, é mãe, é esposa”, comenta Lucas Rafael Ravar.
São 450 caixinhas prontas. O café de qualidade do Vale do Ivaí será torrado e moído conforme a demanda e, nas embalagens, vai acompanhado por uma carta escrita à mão contando a história dele, melhor, contando a história de vida de uma delas, como uma certidão do café pelas mãos de quem lá na planta foi dando os primeiros cuidados.