CIDADES

min de leitura - #

Saúde de Apucarana instala unidade de apoio para auxiliar Centro Infantil

Cindy Santos

| Edição de 04 de maio de 2022 | Atualizado em 04 de maio de 2022
Imagem descritiva da notícia Saúde de Apucarana instala unidade 
de apoio para auxiliar Centro Infantil

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Autarquia Municipal de Saúde (AMS) de Apucarana anunciou ontem a instalação de uma unidade de apoio ao Centro de Saúde Infantil para reforçar o acompanhamento de crianças, principalmente por causa do aumento de casos de síndromes respiratórias neste público. A nova estrutura já começa a funcionar a partir de hoje com 3 médicos em espaço anexo ao Centro Infantil, ao lado do prédio da AMS.

O atendimento ocorre entre às 6h30 e 22 horas, no mesmo horário do Centro Infantil, que teve o horário ampliado justamente como resposta à demanda.  A unidade vai funcionar nas antigas instalações Pronto Atendimento da Covid, desativada em novembro do ano passado. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Saúde, Emídio Bachiega, em transmissão ao vivo feita por meio das redes sociais da prefeitura. 

De acordo com Bachiega, a demanda de crianças com síndromes respiratórias teve aumento de 300% no município, entre março e início de maio deste ano, por isso a necessidade de ampliar a estrutura de atendimento com uma equipe médica maior para dar assistência aos pacientes. O secretário informou ainda que a unidade terá um equipamento raio-x disponível para que o exame possa ser realizado na hora com acompanhamento de um técnico em radiologia. 

“Com uma procura muito alta o Centro Infantil acaba ficando pequeno para absorver toda essa demanda. O centro de apoio terá mais consultórios, sala de espera maior, com raio-x montado em funcionamento para ser feito exame na hora. Vamos poder dividir essa demanda e trazer mais conforto aos pacientes, aumentando o número de profissionais para o atendimento dessas crianças”, reforçou o secretário.

A saúde municipal já adotou outras medidas para melhorar o atendimento pediátrico. Além da já citada ampliação do funcionamento do Centro Infantil, foi adotado plantão pediátrico em três UBS - Jardim Ponta Grossa, Colonial e João Paulo - com atendimento em livre demanda e antecipação da vacinação contra gripe.

O superintendente da Estratégia Saúde da Família, médico  Odarlone Orente, que também participou da transmissão lembrou sobre a importância da vacinação das crianças neste período de maior circulação de vírus. “É um período de sazonalidade dos vírus que circulam mais neste momento. Não só respiratórios mas intestinais também, principalmente em crianças que frequentam a escola”, disse o médico. 

Materno Infantil tem mais da metade dos leitos ocupados

O aumento na demanda de atendimento também ocorre na rede hospitalar. Segundo a assessoria de imprensa do Hospital da Providência, 42 crianças estão internadas no Materno Infantil, uma ocupação de 53% dos leitos. Destas, 8 estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e 1 na Unidade de Cuidados Intermediários Convencional (UCINCO).

Segundo Guilherme Borges, diretor executivo do Hospital da Providência e Materno Infantil, a principal causa dos internamentos se dá por conta de problemas respiratórios. “As crianças comumente possuem a imunidade mais baixa que os adultos e por isso o cuidado deve ser redobrado, sendo importante continuar com os cuidados diários para não haver contaminação de outras doenças respiratórias, que vão além da covid-19”, disse o diretor.

Na noite de ontem, o Conselho de Pastores de Apucarana, em parceria com Hospital da Providência e um grupo de mães, realizou um momento de oração em frente ao Hospital Materno Infantil. (ALINE ANDRADE)