CIDADES

min de leitura - #

Sem uso há dois anos, antigo módulo da PM é depredado

Fernando Klein

| Edição de 08 de agosto de 2022 | Atualizado em 08 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Sem uso há dois anos, antigo módulo da PM é depredado

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Um local que já foi referência para moradores na hora de pedir ajuda no caso de algum tipo de crime ou ocorrência na área de segurança pública está hoje completamente abandonado e depredado em Apucarana. O antigo módulo da Polícia Militar (PM), no final da Avenida Brasil, na saída para Londrina, foi desativado em setembro de 2020. Em menos de dois anos, o imóvel foi destruído pela ação de vândalos e chama atenção dos motoristas que passam pelo local pela situação de abandono. 

Segundo a Polícia Militar, apenas o módulo da Praça Rui Barbosa é ainda utilizado pela corporação como “ponto de apoio”. Os demais foram todos devolvidos para a Prefeitura, que repassou algumas dessas unidades para uso de mulheres do projeto de economia solidária e para outros empreendimentos sociais.

O módulo da Avenida Brasil, na saída para Londrina, foi colocado à disposição da Guarda Civil Municipal (GCM) logo após a sua desativação. No entanto, a GCM acabou não utilizando a unidade até agora. Totalmente destruído, o espaço é ocupado atualmente por moradores de rua. 

“O policiamento modular deixou de ser utilizado há mais de 20 anos. Hoje, utiliza-se o radiopatrulhamento, que é muito mais efetivo, visto que o deslocamento de uma equipe policial até o local da ocorrência é mais eficaz do que a própria vítima procurar um módulo policial”, informou o 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) por meio do setor de comunicação. 

Além disso, a PM informou que adotou o sistema Sade, no qual os policiais realizam o atendimento de ocorrências com um dispositivo móbile, possibilitando que o boletim de ocorrência seja impresso no próprio local da ocorrência em uma impressora térmica. “Audiências são marcadas na hora e o Termo Circunstanciado de Infração Penal também é confeccionado no local. Toda esta tecnologia proporciona mais rapidez e agilidade no atendimento”, afirma o 10º BPM.

O comandante da Guarda Municipal de Apucarana, Reinaldo Donizete de Andrade, afirma que a corporação pretende ainda utilizar o local. Segundo ele, o assunto vem sendo tratado junto ao Executivo. O objetivo é reformar o espaço, transformando o antigo módulo da PM em “base avançada” da GCM. “É um ponto estratégico da cidade, de entrada e saída de veículos. Faz parte do planejamento do município o uso daquele local como um posto avançado da Guarda Municipal”, afirma Andrade. (FERNANDO KLEIN)