CIDADES

min de leitura - #

Temporais causam R$ 2,5 mi em prejuízos para tomateiros

Claudemir hauptmann

| Edição de 07 de novembro de 2022 | Atualizado em 07 de novembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Temporais causam R$ 2,5 mi em prejuízos para tomateiros

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Os produtores de tomate de Mauá da Serra deixarão de colocar no mercado cerca de 50 mil caixas de tomate por conta dos dois temporais, com vendaval e granizo, registrados em menos de 15 dias de intervalo, no final de outubro. Os prejuízos do segmento, no município, são estimados em pelo menos R$ 2,5 milhões.

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), escritório de Mauá da Serra, fez um levantamento de campo e informa que pelo menos 50 estufas foram totalmente destruídas com os temporais que atingiram a cidade nos dias 17 e 29 de outubro. De acordo com Hernandes Takeshi, do IDR, o prejuízo estimado de R$ 2,5 milhões, diz respeito às estruturas danificadas e também nas safras perdidas.

Cada estufa custa, em média, R$ 35 mil, para implantação, considerando material utilizado e mão-de-obra aplicada. Só a reconstrução das estufas atingidas pelos temporais pode custar pouco mais de R$ 1,7 milhão, segundo calculam os técnicos do IDR e da Secretaria Municipal de Agricultura.

Porém, muitos produtores ainda tentam diminuir o impacto das chuvas, fazendo manejo emergencial para salvar parte das plantas, que ainda podem produzir um pouco. Takeshi destaca que é praticamente impossível calcular quanto da safra ainda poderá ser recuperada.

O secretário municipal de Meio Ambiente de Mauá da Serra e coordenador da Defesa Civil no município explica, Cláudio Neto, explica que a cidade já decretou estado de emergência por ocasião dos temporais e a administração pública espera que o decreto seja homologado em âmbito estadual e também junto ao governo federal, o que permitirá acesso a recursos.

(CLAUDEMIR HAUPTMANN)