COLUNA DA TRIBUNA

min de leitura - #

Ex-secretário alerta sobre vacinas

Da Redação

| Edição de 04 de agosto de 2022 | Atualizado em 04 de agosto de 2022
Imagem descritiva da notícia Ex-secretário alerta sobre vacinas

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O ex-secretário estadual da Saúde, Beto Preto (foto), usou as redes sociais nesta quinta-feira para alertar a população e deixar uma mensagem sobre vacinas contra a Covid que estão prestes a vencer. Bastante preocupado, ele disse que a imunização salva vidas e que é preciso que as pessoas atentem para isso. “A baixa procura por vacinas da Covid pode levar para o lixo milhares de doses que estão com a data de vencimento muito próxima. Na qualidade de médico, peço a você que não tomou a 3º ou 4º dose, que procure um posto de saúde e proteja-se. O Paraná precisa continuar dando o exemplo de imunização. Vacinas salvam vidas”, afirmou Beto Preto, que é ex-prefeito de Apucarana e agora vai concorrer a uma vaga na Câmara Federal pelo PSD.

Prefeito na campanha 
O planejamento da “dobrada” Beto Preto (PSD) e Paulo Vital (PSD), que disputam vagas, respectivamente, na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa do Paraná, começa a ser trabalhado de imediato em Apucarana e região. O prefeito Junior da Femac (PSD) vai liderar a campanha na cidade, contando com o apoio de vereadores, secretários e outras lideranças, no período noturno e nos fins de semana. Toda a estrutura da campanha - que nesta eleição será bem curta (45 dias) -, já está sendo organizada, dispondo também do apoio de uma legião de voluntários simpáticos às candidaturas de Beto Preto a deputado federal, e de Paulo Vital a deputado estadual. 
Bertoli na prefeitura
O empresário Luís Bertoli (MDB), de Apucarana, ex-candidato a deputado estadual nas eleições deste ano, tem dedicado a semana a fazer contato com aliados e apoiadores para explicar os motivos de ter desistido de sair candidato a deputado estadual pelo MDB. Ele faz parte do grupo político do prefeito Junior da Femac (PSD) e do ex-secretário de Estado da Saúde, Beto Preto (PSD), que articulou consenso para ter candidatos únicos e melhorar as chances de sucesso nas eleições desse ano. Aos aliados, em Apucarana, Bertoli garante que daqui a dois anos estará na chapa majoritária, seja como candidato a prefeito ou como vice em Apucarana. Ele diz esperar, também, o consenso do grupo em seu apoio.
Pugliesi decepcionado 
O ex-deputado federal e estadual, Waldyr Pugliesi, 85 anos, de Arapongas, não esconde a decepção com os rumos do MDB do Paraná nestas eleições. O partido decidiu apoiar a reeleição de Ratinho Junior (PSD) ao governo do Paraná e de Jair Bolsonaro (PL) à Presidência da República. Além disso, viu a saída do ex-governador Roberto Requião para o PT, partido pelo qual ele vai disputar o Palácio Iguaçu em outubro. “Conspurcaram a história do MDB, um partido que foi fundado para combater a ditadura militar e agora vai apoiar um presidente golpista”, diz Waldyr. Ele continua filiado ao MDB, mas afirma que irá defender o voto em Requião e Lula em outubro.
Fim das convenções hoje 
Os partidos políticos e as federações partidárias têm até esta sexta-feira para realizar suas convenções e escolher os candidatos e candidatas que disputarão um cargo eletivo nas eleições de 2 de outubro, bem como para decidir sobre a formação de coligações. Neste ano, as 34 legendas políticas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foram liberadas para realizar suas reuniões nacionais a partir de 20 de julho. Conforme estabelece o Calendário das Eleições 2022, após definir os nomes que disputarão a um cargo, os partidos, federações e coligações terão até o dia 15 de agosto para solicitar o registro das candidaturas. No caso de federações partidárias, a convenção deve ocorrer de forma unificada, com a participação de todos os partidos integrantes.