COLUNA DA TRIBUNA

min de leitura - #

Justiça eleitoral retoma preparação das urnas

Da Redação

| Edição de 14 de outubro de 2022 | Atualizado em 14 de outubro de 2022
Imagem descritiva da notícia Justiça eleitoral retoma preparação das urnas

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Justiça Eleitoral do Paraná inicia nesta segunda-feira, nos 154 fóruns eleitorais do Estado, a preparação das urnas para o segundo turno das eleições. Os trabalhos vão até o dia 25 de outubro. Em todo o Estado, as zonas eleitorais vão preparar, testar e lacrar 25.856 urnas. Na véspera das eleições, elas serão distribuídas a 4.768 locais de votação nos 399 municípios. São duas etapas de preparação das urnas: Geração de Mídias e Carga e Lacração. Assim como aconteceu no primeiro turno, o Cartório Eleitoral de Apucarana, segundo a chefe Andrea Milanin (foto), pretende fazer no início desta semana cerimônia pública de carga e lacração das urnas. Para tanto serão convidados representantes de partidos, sendo o evento aberto também a outras pessoas interessadas na fiscalização das urnas.

O sexto mais votado 

O deputado estadual Alexandre Curi (PSD), campeão de votos no Paraná na eleição do último dia 2 de outubro – superando os 237 mil votos - se consolidou como o sexto mais votado do Brasil. A informação foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “É o reconhecimento do nosso trabalho. Já tive o privilégio de ser, por duas vezes, o deputado mais votado do Estado. Mas essa eleição foi com uma votação expressiva. É muito gratificante ter a confiança de uma parcela considerável da população paranaense”, diz. Apesar de jovem, Alexandre Curi conta com mais de 20 anos de experiência de vida pública no Paraná.

Ocupações dos eleitos

Levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) indica que os advogados (79) e empresários (72) são a maioria entre os deputados eleitos neste ano, que tomarão posse em 1º de fevereiro de 2023. Em seguida, vêm produtores rurais, médicos, professores e administradores de empresas. Considerando áreas de atuação, a segurança se destaca com 76 integrantes, dos quais 14 são policiais militares e 13 são delegados de polícia civis e federais. Outra área que se destaca é a religiosa, com 23 integrantes, dos quais 15 são pastores evangélicos. Muitos eleitos declararam duas ou três profissões/ocupações, de modo que estas superam em muito o número de deputados, que é 513. 

Susto de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição pelo PL, se desequilibrou e precisou ser amparado por aliados durante comício em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (RJ). O incidente aconteceu nesta sexta-feira, após parte do palco montado em uma praça no centro da cidade ameaçar ceder. Logo no início do comício, a estrutura passou por uma instabilidade devido ao número de pessoas que se aglomeravam ao lado de Bolsonaro, como o senador reeleito Romário (PL), o governador reeleito do Estado, Cláudio Castro (PL), e o ex-prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB). Os seguranças do presidente afastaram os aliados do local para garantir que a estrutura não cedesse. 

Três sessões no dia

A Câmara de Vereadores de Apucarana realiza três sessões nesta segunda-feira, sob a presidência do vereador Franciley Preto Godói Poim (PSD). São duas extraordinárias às 15 horas e às 15h40, para votação de projetos encaminhados com urgência pelo prefeito Junior da Femac (PSD), e a sessão ordinária, que acontece às 16 horas, com apenas uma matéria na ordem do dia. Trata-se de um projeto de lei de autoria dos vereadores Luciano Facchiano (PSB), Luciano Molina (PL) e Rodrigo Recife (União Brasil), que institui em Apucarana o Programa Rua do Lazer. Até final do dia desta sexta-feira, a pauta completa da sessão extraordinária não havia sido fechada.