CURISCO NA POLÍTICA

min de leitura - #

Disputa acirrada

Da Redação

| Edição de 20 de outubro de 2022 | Atualizado em 20 de outubro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Disputa acirrada

A eleição presidencial será disputada até o último dia, cabeça a cabeça. Especialistas esperam uma diferença menor de três milhões de votos para o vencedor. Bolsonaro e Lula brigam em todos os estados e cada vez mais apertada está a eleição. No sul Bolsonaro vence, no nordeste Lula vence e a eleição será decidida em Minas, São Paulo e Rio de Janeiro.

Hospital Apucarana

Esta em fase de recursos, a licitação do Hospital Apucarana e depois será feita assinatura de contrato e dada ordem de serviço ainda neste mês de outubro ou começo de novembro. A obra irá custar 19 milhões de reais e o prefeito Júnior da Femac espera acabar em seu mandato a obra. São 26 meses para fazer o Hospital Apucarana.

Sem toque

No debate da globo não será permitido que um candidato toque fisicamente no outro, como aconteceu na Band. Os dois poderão andar no cenário e terão tempos para administrar, mas não poderão tocar um ao outro durante o debate. Do jeito que está a campanha, todo o cuidado é pouco. Debate será dia 28 de outubro.

Casas

O novo presidente eleito terá que fazer um programa especial para construções de casas no Brasil. O povo não aguenta mais pagar aluguel com salários baixos e muitos desempregados. Casas populares para o povo de  baixa renda, é  isto que o povo quer.

Povo e as urnas

No domingo de eleição, pouca gente deve não comparecer às urnas. A eleição presidencial está acirrada e o povo irá às urnas para decidir o futuro do Brasil. Esquerda ou direita, quem vai vencer ainda é cedo para dizer, o que não pode é o povo perder a oportunidade de fazer sua escolha. Vote Brasil.