ECONOMIA

min de leitura

Confiança da construção recua 1,4 ponto em maio, diz FGV

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 26 de maio de 2022 | Atualizado em 26 de maio de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Índice de Confiança da Construção (ICST), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 1,4 ponto de abril para maio deste ano. Com isso, o indicador chegou a 96,3 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

Imagem ilustrativa da imagem Confiança da construção recua 1,4 ponto em maio, diz FGV
Imagem ilustrativa da imagem Confiança da construção recua 1,4 ponto em maio, diz FGV

O Índice de Situação Atual, que mede a confiança do empresariado da construção no presente, recuou 1,9 ponto e atingiu 92,5 pontos, influenciado principalmente pela piora das avaliações dos empresários sobre a situação atual dos negócios.

Já o Índice de Expectativas, que mede a percepção dos empresários sobre o futuro, caiu 0,7 ponto e chegou a 100,3 pontos, devido principalmente às perspectivas sobre a demanda nos próximos três meses.

O Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) da construção ficou relativamente estável ao variar 0,2 ponto percentual, para 76%.