ESPORTES

min de leitura - #

Alunos de Ivaiporã participam de estudo sobre atividade física

DA REDAÇÃO

| Edição de 25 de fevereiro de 2022 | Atualizado em 17 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Cerca de 400 crianças da rede municipal de ensino de Ivaiporã estão participando de um estudo inédito que vai avaliar o comportamento sedentário e os níveis de atividade física dos alunos além de detectar possíveis novos talentos. O estudo está sendo desenvolvido através de uma parceria entre a Prefeitura de Ivaiporã e o curso de Educação Física do Campus local da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

O professor Ricardo Carminato, do curso de Educação Física, iniciou a coleta dados ontem através da aplicação de vários testes de aptidão física e coordenação motora. Além de autorizada pelos pais ou responsáveis, a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa, que é vinculado ao Conselho Nacional de Saúde via Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep).
Os dados serão usados na tese de doutorado do professor Ricardo Carminato e dentro do projeto de extensão Escola de Iniciação e Prática de Modalidades Esportivas Coletiva, que visa atender crianças e adolescentes de Ivaiporã e região, coordenado e orientado pelos professores William Fernando Garcia e Eduard Ângelo Bendrath, e pelo Departamento Municipal de Esporte.
“É muito importante identificarmos na infância possíveis comportamentos prejudiciais à saúde para que futuras políticas públicas sejam implantadas diretamente na causa de muitas doenças que aparecem na infância, adolescência e na vida adulta”, enfatizou o professor Wendell Arthur Lopes, que é orientador do doutorado do professor Ricardo Carminato. 
Segundo Carminato, ontem faram aplicados testes de aptidão física e coordenação motora. “Na próxima etapa, irei colocar o acelerômetro na cintura das crianças para medir o comportamento sedentário e atividade física praticada por elas. O equipamento será utilizado por 7 dias”, descreveu.
Ricardo Carminato contou que a secretária municipal de Educação, Daiane Soares, e o diretor do Departamento Municipal de Esporte, Marcelo Kloster, foram muito receptivos com a pesquisa de dados e se colocaram à disposição para colaborar. 
“A pesquisa é muito interessante porque ajuda a Prefeitura de Ivaiporã a descobrir talentos esportivos nas categorias de base. Além disso, detecta crianças sedentárias, o que também nos ajuda a direcionar a melhor tipo de atividade física”, observou Marcelo Kloster.