ESPORTES

min de leitura

Booker comanda, Suns batem Mavericks e ficam perto de avançar nos playoffs da NBA

Da Redação

| Edição de 11 de maio de 2022 | Atualizado em 11 de maio de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Após se complicar no jogo passado contra o Dallas Mavericks, o Phoenix Suns reagiu na madrugada desta quarta-feira ao derrotar o rival por 110 a 80, em casa, e ficar a uma vitória da final da Conferência Oeste dos playoffs da NBA. Melhor equipe da temporada regular, o time de Phoenix tem agora 3 a 2 na série melhor de sete jogos. E só precisa de mais um triunfo para avançar.

O jogo número seis do confronto está marcado para quinta-feira, em Dallas. Os Mavericks precisam do triunfo para forçar a disputa da sétima e última partida da série. Se necessário, este duelo final será realizado no domingo, na casa dos Suns.

O jogo desta noite colocou frente à frente novamente Devin Booker, maior destaque individual dos Suns, e Luka Doncic, forte candidato ao prêmio de MVP da temporada. E, desta vez, todo o esforço do esloveno acabou sendo ofuscado pela atuação de Booker e Deandre Ayton, que lideraram os anfitriões.

Booker e Doncic foram os cestinhas da partida, ambos com 28 pontos. O jogador dos Suns ainda anotou sete rebotes, enquanto o atleta dos Mavericks terminou com um "double-double" por ter registrado 11 rebotes. O diferencial dos Suns foi a atuação de Ayton, com seus 20 pontos e nove rebotes, e do maestro Chris Paul, responsável por sete pontos e 10 assistências.

Booker também atribuiu a vitória à atuação de Monty Williams, eleito o melhor treinador do ano na NBA. "O treinador está chegando com ajustes, nós seguimos estas orientações e as colocamos em prática", declarou o jogador dos Suns. Williams, por sua vez, exaltou o trabalho defensivo do time de Phoenix. "A defesa hoje à noite foi a espinha dorsal do nosso programa", comentou.

Com chance de ser eliminado já no próximo jogo, Doncic lamentou a falta de ritmo da equipe em Phoenix. "A única coisa que não fomos bem hoje foi no ritmo de jogo. Nas partidas anteriores, nosso ritmo estava muito bom. Acho que o Phoenix tem uma das melhores defesas do campeonato, se não for a melhor. Eles nos impediram de marcar mais de 80 pontos e isso é muito impressionante. Precisamos nos mover mais rápido e com mais agilidade", analisou.

Acompanhe os jogos da noite desta quarta-feira:

Boston Celtics x Milwaukee Bucks

Memphis Grizzlies x Golden State Warriors