ESPORTES

min de leitura

Fina investiga participação de nadador suspenso em campeonato russo

(via Agência Estado)

| Edição de 25 de abril de 2022 | Atualizado em 25 de abril de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Três dias após ser suspenso pela Federação Internacional de Natação (Fina), o nadador russo Evgeny Rylov caiu na piscina no domingo para disputar uma competição nacional. A decisão de competir gerou polêmica e rápida repercussão no mundo dos esportes aquáticos. Nesta segunda, a Fina anunciou que está investigando o caso.

"A Fina está ciente de que o Sr. Rylov competiu no Campeonato Russo neste fim de semana e iniciou uma investigação interna para avaliar se as regras da Fina foram infringidas. O resultado desta investigação será anunciada no momento adequado", anunciou a entidade, em comunicado.

Dono de duas medalhas de ouro na Olimpíada de Tóquio, no ano passado, Rylov havia sido suspenso pela Fina na sexta-feira. O campeão olímpico nos 100 e nos 200 metros costas levou gancho de nove meses por demonstrar apoio público à invasão da Rússia na Ucrânia, que começou no fim de fevereiro.

Em março, Rylov esteve presente em um evento no estádio Lujnki, em Moscou, que comemorar os oito anos da anexação da Criméia ucraniana pela Rússia. A comemoração contou com cerca de 95 mil pessoas no estádio e 10 mil do lado de fora. O evento foi interpretado como demonstração de força interna do presidente Vladimir Putin em meio à invasão da Ucrânia.

Vários esportistas russos de renome, entre eles o nadador, participaram desse ato. "Infelizmente, a política nefasta que busca politizar o esporte continua", lamentou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, ao comentar a decisão da Fina.

Conhecido apoiador de Putin, Rylov já havia desistido de disputar o Mundial de Natação deste ano, em Budapeste, na Hungria, em protesto contra os atletas do seu país que foram impedidos de disputar outras competições internacionais nos últimos meses, como a Olimpíada de Inverno de Pequim.