ESPORTES

min de leitura

Pochettino 'garante' sua permanência e de Mbappé no PSG na próxima temporada

(via Agência Estado)

| Edição de 28 de abril de 2022 | Atualizado em 28 de abril de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Desde a queda do PSG nas oitavas de final da Liga dos Campeões que a saída de Maurício Pochettino é tratada como certa. Especulam que ele dará lugar a Antonio Conte, atualmente treinador do Tottenham, possível destino do argentino. Nesta quinta-feira, porém, o técnico surpreendeu ao "garantir" que sua permanência na França está "100% garantida." Ele ainda cravou que Mbappé também ficará para a próxima temporada.

Pochettino falava sobre a preparação do PSG para a visita ao Estrasburgo, nesta sexta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Francês, quando foi questionado sobre qual porcentagem se sentia garantido para 2023, quando encerra seu contrato. De quebra, também tinha de responder o mesmo prognóstico sobre Mbappé, na mira do Real Madrid, e bancou o fico de ambos com enorme convicção.

"Estou 100% confiante que continuarei trabalhando no Parque dos Príncipes na próxima temporada. A partir de hoje estou 100% permanecendo no PSG, e Mbappé ficará também. Acho que ele ficará 100% para a próxima temporada. Isso é o que eu posso perceber, sentir hoje", afirmou o treinador. "No futebol, você pode esperar muitas coisas, mas é isso o que sinto hoje", cravou.

Apesar do discurso otimista de Pochettino, o diretor esportivo do PSG, o brasileiro Leonardo, já avisou que conversas para avaliar as peças do elenco e também o trabalho do treinador vão ocorrer no fim da temporada. O título francês pode não ser suficiente para a manutenção do contrato que vai até o fim da próxima temporada.

O treinador ainda falou sobre as outras estrelas do elenco, o brasileiro Neymar e o compatriota Messi. E fez uma avaliação que foram prejudicados por causa de lesões e das competições com suas respectivas seleções.

"O talento de Neymar é indiscutível. Se houve sua transferência (para Paris), é porque ele é um dos melhores jogadores do mundo. Nesta temporada ele teve uma grande lesão e foi uma temporada antecedida pela Copa América. Era, portanto, difícil ter a regularidade necessária", avaliou. O brasileiro vem sendo bastante vaiado nos últimos jogos, assim como Messi.

"Ele (Neymar) teve altos e baixos, como toda a equipe. Falei sobre isso com Lionel Messi. Houve um período de progressão, depois houve a eliminação contra o Real Madrid. A temporada teria sido muito diferente se tivéssemos passado. A linha entre o fracasso e o sucesso às vezes é muito pequena. Isso também pode dar força para escrever uma história diferente no futuro", concluiu Pochettino, esperando não apenas sua manutenção, mas também do trio de estrelas para uma redenção.