ESPORTES

min de leitura

Presidente do Atlético-MG e dirigente do Flamengo voltam a trocar farpas

(via Agência Estado)

| Edição de 14 de abril de 2022 | Atualizado em 14 de abril de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O resultado do clássico entre Atlético-MG e América-MG pela Libertadores segue dando pano para a manga. O gol atleticano, que garantiu o empate em 1 a 1, foi marcado por Ademir, que estava em posição irregular no momento da finalização. Após o jogo, Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico do Flamengo, usou as redes sociais para ironizar o erro de arbitragem. Sérgio Coelho, presidente do Atlético-MG, em áudio, rebateu a frase do rubro-negro.

"Começou o ano", escreveu o dirigente do Flamengo nas redes sociais, junto a uma foto do lance, flagrando o impedimento do jogador do clube mineiro. A rixa entre os dois times ganhou novos capítulos em 2021 devido à disputa do título do Campeonato Brasileiro, cujo campeão foi o Atlético-MG. Rubro-negros questionam o alto número de pênaltis a favor do time alvinegro durante a última temporada, ao passo que os atleticanos recordam jogo entre as duas equipes, na Libertadores de 1981, que teve arbitragem polêmica de José Roberto Wright.

Em áudio vazado, nesta quinta-feira, Sérgio Coelho criticou Rodrigo Dunshee e disse que o dirigente rubro-negro é conhecido como "bobo da corte" no Atlético-MG. O mandatário mineiro citou a conquista da Supercopa do Brasil sobre o Flamengo, em 20 de fevereiro, para cutucar o rival, mas concordou que houve erro da arbitragem no duelo com o América-MG.

"Quando se trata de postagem desse vice-presidente do Flamengo, conhecido por nós como 'bobo da corte', já ficamos esperando: 'qual será a bobagem que ele vai falar novamente?'. É até engraçado, porque ele faz uma menção, falando que o 'ano está começando', pelo erro que a arbitragem cometeu no jogo entre Atlético e América. Era um lance ajustado, em que foi validado o gol do Atlético. Mas todos vêm que não foi erro proposital. Ele está falando de um jogo do qual o Flamengo não tem nada a ver. Ele está falando do Atlético, que foi o time mais assaltado para beneficiar o time dele", iniciou o dirigente.

"O ano não começou ontem. O dia começou em 20 de fevereiro. Quero dar uma opinião: que ele cuide do Flamengo, porque o time deve estar precisando dele. Nós cuidamos do nosso time", finalizou Sérgio Coelho.

O Atlético-MG volta a campo neste domingo, às 18h, em visita ao Athletico-PR. O Flamengo, por sua vez, atua mais cedo, às 16h, diante do São Paulo, no Maracanã. Ambas as partidas são válidas pelo Campeonato Brasileiro.

AMÉRICA-MG PEDE VAR

O América-MG, em nome de seu presidente Alencar da Silveira Junior, enviou uma carta à Conmebol pedindo que seja implementado o árbitro de vídeo nos jogos da primeira fase da Libertadores para que não haja novos erros, como o que tirou do time a vitória sobre o rival.

O mandatário diz entender as dificuldades logísticas e financeiras, mas solicita que haja uma tentativa de acordo entre dirigentes para a utilização do VAR.