GERAL

min de leitura

Brasil tem visitação vigorosa a museus, diz presidente do Ibram

Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 09 de dezembro de 2022 | Atualizado em 09 de dezembro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Com muitos desafios, os museus brasileiros têm conquistado uma boa visitação. Em entrevista ao programa A Voz do Brasil desta sexta-feira (9), o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Pedro Mastrobuono,  ressalta que os brasileiros já são um povo que frequenta estas instalações. 

“O Brasil já tem uma visitação muito vigorosa, atingimos o patamar antes da pandemia de 26 milhões de visitantes”, diz.

“Temos um amplo espectro, museus de belas artes, como todos devem imaginar, mas temos museu de língua, de ciências, de história natural, de antropologia, tecnologia e tudo o que diz respeito à atividade humana, e como todo ramo de atividade humana acaba deixando um legado”, diz Mastrobuono.

O Brasil tem aproximadamente 3.967 museus, dos quais, 30 são administrados diretamente pelo Ibram, instituto responsável pelas melhorias nos museus brasileiros. 

Desafios

Segundo Mastrobuono, os desafios no setor são enormes, entre eles financiamento e prevenção de desastres. Os alvarás do Corpo de Bombeiros são também um gargalo no setor, já que, segundo o presidente, a maioria dos museus é instalada em prédios tombados, que não podem ser mexidos, dificultando itens exigidos, como saída de emergência, porta corta-fogo, acessibilidade.

A sustentabilidade também é um ponto destacado pelo presidente do Ibram. "Nenhum museu no mundo, seja privado, público, grande ou pequeno, casa de memória, nenhum consegue viver com a lojinha e bilheteria. Isso não faz frente nem às despesas fixas em segurança, manutenção, custeio da estrutura predial”, disse.

Mastrobuono ressalta que os museus têm o poder de diminuir a evasão escolar, a criminalidade e resgata a identidade do povo. “Todo povo que tem identidade forte tem sentimento de pertencimento forte e isso mexe com o imaginário das pessoas e dá uma ideia de futuro coletivo”, pontua.

Circuito Militar

Com a informação de que um museu da fundação Santos Dumont com algumas aeronaves era o recordista de visitação, o Ibram começou a investir no Circuito Militar de Museus. Começamos pela marinha, foi feita a recuperação da Ilha Fiscal, depois a reforma da Galeota Real, e hoje existe um novo museu naval” detalha.

Assista na íntegra: