GERAL

min de leitura - #

Deputado consegue assinaturas suficientes para instalação de CPI

Da Redação

| Edição de 21 de outubro de 2022 | Atualizado em 21 de outubro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O deputado bolsonarista Carlos Jordy (PL-RJ) declarou nesta sexta-feira que conseguiu o número necessário de assinaturas para pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as empresas que fazem pesquisas eleitorais. Segundo Jordy, são 179 deputados que assinaram o requerimento. Ele espera ter 181 apoios, dez a mais que o mínimo necessário, para protocolar oficialmente o requerimento na Câmara. “Vou protocolar quando tiver 181, uma margem de segurança caso alguém desista”, disse.

O movimento contra as pesquisas eleitorais é comandado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). O discurso contrário aos levantamentos aumentou no último dia 2, quando ocorreu o primeiro turno da eleição e o presidente obteve um resultado melhor do que o indicado pela maioria das pesquisas. Mesmo com o número necessário de apoios, a CPI precisa ter o aval do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para funcionar.

Lira tem endossado o discurso do presidente de que as pesquisas de intenção de voto precisam ser investigadas. Nesta semana, o presidente da Câmara se empenhou para acelerar projetos de lei que preveem punições para empresas que não conseguirem prever o resultado da eleição. O deputado do PP ressuscitou um requerimento de urgência de 2014 e reuniu o apoio para que a iniciativa pule a análise das comissões e vá direto ao plenário.

No Senado, a base bolsonarista também se mobiliza para emparedar as pesquisas eleitorais. O senador Marcos do Val (Podemos-ES), também da base governista, já havia conseguido reunir assinaturas no início de outubro para uma CPI similar à de Jordy. (ESTADÃO CONTEÚDO)