GERAL

min de leitura

Desfile abre comemoração do Bicentenário da Independência em São Paulo

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 07 de setembro de 2022 | Atualizado em 07 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Desfile abre comemoração do Bicentenário da Independência em São Paulo

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O tradicional desfile cívico-militar de 7 de Setembro abriu as comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil na manhã de hoje (7) em São Paulo. O evento foi realizado em toda a extensão da pista central da Avenida Dom Pedro I, no Ipiranga, como forma de integrar as ações do bicentenário no mesmo território.

O desfile normalmente é executado no Sambódromo do Anhembi. O evento aconteceu entre 8h e 12h30, com a presença de autoridades, militares e entidades da sociedade civil, e aproximadamente 10 mil pessoas, entre civis e militares, desfilando.

Desfile Cívico-Militar de 7 de Setembro, comemorativo ao Bicentenário da Independência do Brasil, na Avenida Dom Pedro I, no Ipiranga.
Desfile de 7 de Setembro, por Rovena Rosa/Agência Brasil


O desfile foi realizado em parceria com o governo do estado, Marinha, Exército, e Força Aérea Brasileira. Antes houve apresentações artísticas com a Banda Sinfônica do Exército Brasileiro e o Coral LBV. Além disso, o roteiro contou com o hasteamento da bandeira no Pavilhão Nacional, encenação histórica, revista da tropa pelo governador do estado, chegada do prefeito da capital paulista e do governador ao palanque, Salva de Gala e Hino da Independência.

Desfile Cívico-Militar de 7 de Setembro, comemorativo ao Bicentenário da Independência do Brasil, na Avenida Dom Pedro I, no Ipiranga.
Desfile Cívico-Militar de 7 de Setembro, comemorativo ao Bicentenário da Independência do Brasil, na Avenida Dom Pedro I, no Ipiranga. - Rovena Rosa/Agência Brasil


Durante toda a exibição, o público ficou debaixo de chuva forte e suportou a baixa temperatura de 16°C da capital paulista. Mas isso não foi motivo de desânimo para quem levantou cedo e foi assistir ao evento. A farmacêutica Suelen Menino, de 22 anos, contou que comparece todos os anos por que gosta de prestigiar o país por ter orgulho. “Isso não interfere na parte política porque é uma questão de amar o país. A chuva tem todos os anos, então eu já esperava por isso”, disse.

A babá de 52 anos Luzia Bueno disse que sempre assiste à parada de 7 de Setembro por que acha o desfile uma maravilha. Desta vez estava com o marido e a neta, que nunca tinha assistido nada parecido. “Eu venho por que ser militar é um sonho que não realizei. Gosto da parte dos cavalos, dos cachorros. Tudo é lindo e eu gostaria de estar ali. É uma riqueza sem tamanho. A chuva não é um problema, nem sinto”.

Encenação

O espetáculo Vozes da Independência será encenado a céu aberto para recontar a história do Brasil nesta tarde. O Parque da Independência vai se transformar em um grande palco, onde a história do Grito do Ipiranga será revisitada.

A proposta é abordar, de forma lúdica, os processos e personagens históricos importantes que culminaram no ato da independência do Brasil, enfatizando quais estruturas se alteram e quais se perpetuam até os dias atuais. A famosa cena ilustrada na pintura de Pedro Américo dos eventos que culminaram na independência nacional será interpretada por Caco Ciocler, escalado para viver Dom Pedro I.