GERAL

min de leitura

Funcionários de frigorífico passam mal após vazamento de amônia em GO

Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 10 de outubro de 2022 | Atualizado em 10 de outubro de 2022
Imagem descritiva da notícia Funcionários de frigorífico passam mal após vazamento de amônia em GO

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Trinta e três funcionários do frigorífico JBS passaram mal e precisaram de atendimento hospitalar após um vazamento de amônia na fábrica de Mozarlândia (GO), a cerca de 300 quilômetros de Goiânia.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Ana Cristina Romão, o incidente ocorreu por volta das 7h de hoje (10). Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram rapidamente enviadas para o local e, junto com uma terceira ambulância pertencente à própria empresa, conduziram os trabalhadores para o Hospital Municipal de Mozarlândia.

“Graças a Deus, tínhamos três médicos e uma equipe de enfermeiros a postos”, disse Ana Cristina à Agência Brasil. De acordo com a secretária, os trabalhadores chegaram ao hospital reclamando de tontura, ânsia de vômito e, em muitos casos, dificuldade para respirar. Todos foram medicados e alguns funcionários precisaram de oxigênio suplementar.

Notícias relacionadas:

“Graças a Deus, tínhamos três médicos e uma equipe de enfermeiros a postos”, disse Ana Cristina à 

Agência Brasil

. De acordo com a secretária, os trabalhadores chegaram ao hospital reclamando de tontura, ânsia de vômito e, em muitos casos, dificuldade para respirar. Todos foram medicados e alguns funcionários precisaram de oxigênio suplementar.

Em nota, a companhia informou que a situação foi rapidamente “normalizada”. “Uma vez constatado o vazamento de gás - que já foi contido, todos os protocolos de segurança da planta foram acionados e os colaboradores foram evacuados do local”, explicou a empresa, garantindo que as equipes técnicas responsáveis seguem acompanhando a situação e prestando o suporte necessário aos trabalhadores.

Consultado pela reportagem, o pelotão do Corpo de Bombeiros de Aruanã (GO) informou ter sido comunicado posteriormente sobre a ocorrência, mas não houve necessidade de enviar equipes para o local.