GERAL

min de leitura

Maurício de Sousa recebe prêmio Cátedra Unesco por estímulo à leitura

Nelson Lin - Repórter da Rádio Nacional (via Agência Brasil)

| Edição de 21 de outubro de 2022 | Atualizado em 21 de outubro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O quadrinhista Maurício de Sousa recebeu nesta sexta feira (21) uma homenagem da cátedra Unesco de Leitura da PUC Rio, em reconhecimento ao estímulo à leitura de várias gerações no país.

Para a coordenadora de Educação da Unesco no Brasil, Rebeca Otero, os personagens e as histórias que Maurício de Sousa criou ao longo de sua carreira contribuíram para a formação de leitores de muitas gerações.

É o caso do ilustrador Rafael Feitosa. Ele inclusive escolheu a profissão inspirado nas histórias em quadrinhos do Maurício de Sousa que lia quando criança e hoje lê as revistinhas para sua filha Sofia.

Segurando o icônico coelho azul de Pelúcia, a filha de Rafael, Sofia, de 5 anos, contou qual a personagem favorita da turma da Mônica.

Nascido em 27 de outubro de 1935 em Santa Isabel, interior de São Paulo, Maurício de Sousa começou cedo a carreira de ilustrador. Aos 19 anos já fazia quadrinhos para jornais locais de Mogi das Cruzes, cidade da Grande São Paulo. Em 1959, publicou uma tirinha vertical, trazendo - pela primeira vez - como personagem o cão azul Bidu. Em 1962, criou a personagem Mônica. E nos anos 70 publicou a primeira revista em quadrinhos da Turma da Mônica.

Ouça na Radioagência Nacional