GERAL

min de leitura

Operação coíbe crime ambiental em reserva marinha de Arraial do Cabo

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 21 de junho de 2022 | Atualizado em 21 de junho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Polícia Federal e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) apreenderam uma embarcação que pescava com apetrechos proibidos -  um espinhel de 8 milhas - na Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo.

Imagem ilustrativa da imagem Operação coíbe crime ambiental em reserva marinha de Arraial do Cabo
Imagem ilustrativa da imagem Operação coíbe crime ambiental em reserva marinha de Arraial do Cabo

Juntamente com a embarcação e o itens de pesca, foram apreendidos 100 kg de pescado. A Operação Garoupa ocorreu entre os dias 16 e 20 deste mês, com objetivo de coibir crimes ambientais na reserva.

O responsável foi autuado e responderá administrativa e criminalmente pela infração cometida. Além disso, terá de pagar multa no valor de R$ 7,4 mil.

O espinhel consiste em um aparelho de pesca que funciona de forma passiva, com a utilização de iscas para a atração dos peixes, sendo as mais usadas a sardinha, cavalinha e lula. O espinhel é formado pela linha principal (linha madre), linhas secundárias (alças) e anzóis.