GERAL

min de leitura

PF investigará morte de homem após abordagem da PRF no Sergipe

Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 26 de maio de 2022 | Atualizado em 26 de maio de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar a morte de Genivaldo de Jesus Santos, ocorrida no Sergipe, após abordagem feita por policiais rodoviários federais na BR-101. O fato ocorreu ontem (25) no município de Umbaúba, localizado no sul do estado.

Imagem ilustrativa da imagem PF investigará morte de homem após abordagem da PRF no Sergipe
Imagem ilustrativa da imagem PF investigará morte de homem após abordagem da PRF no Sergipe

Imagens veiculadas na internet mostram a vítima presa dentro de uma viatura esfumaçada. As suspeitas são de que a fumaça era um gás disparado pelos policiais, o que teria resultado na morte de Genivaldo por asfixia.

Segundo o Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, foi realizada a necrópsia, e o material coletado foi encaminhado ao Instituto de Análises e Pesquisas Forenses (IAPF) para elucidar a causa imediata da morte. Mas foi identificado de forma preliminar que a vítima teve como causa da morte insuficiência aguda secundária a asfixia.

Conforme o IML, a asfixia mecânica é quando ocorre alguma obstrução ao fluxo de ar entre o meio externo e os pulmões. "Essa obstrução pode se dar através de diversos fatores e nesse primeiro momento não foi possível estabelecer a causa imediata da asfixia, nem como ela ocorreu", diz nota do instituto. Após a conclusão, os laudos serão encaminhados à PF.

Em nota, a Polícia Federal informa que vai investigar “as circunstâncias da morte” e que diligências já foram iniciadas para esclarecer “o mais breve possível” o ocorrido.

A Agência Brasil entrou em contato com a Polícia Rodoviária Federal e aguarda retorno.