GERAL

min de leitura

SP recebe mostra fotográfica sobre imigração de venezuelanos ao Brasil

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil (via Agência Brasil)

| Edição de 10 de junho de 2022 | Atualizado em 10 de junho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O Centro Cultural Banco do Brasil, na capital paulista, recebe a mostra fotográfica Acolhidos: o Percurso da Venezuela à Integração no Brasil, que ficará em cartaz até o próximo dia 26 no Banco do Brasil – Torre Matarazzo, na Avenida Paulista, 1230.

Imagem ilustrativa da imagem SP recebe mostra fotográfica sobre imigração de venezuelanos ao Brasil
Imagem ilustrativa da imagem SP recebe mostra fotográfica sobre imigração de venezuelanos ao Brasil

A mostra conta por meio de imagens a trajetória de refugiados e imigrantes venezuelanos rumo à integração econômica e social no Brasil. Os registros são de histórias reais de pessoas que atravessaram a fronteira em Roraima em busca de oportunidades para reconstruírem suas vidas em um novo país. Quem assina o acervo é o fotógrafo italiano Antonello Veneri.

O artista visitou os abrigos da Operação Acolhida, em Roraima, e percorreu cidades como Brasília, Concórdia e Seara, no oeste catarinense – localidades que receberam grupos de venezuelanos. “Ao visitar a exposição, o público acompanha a história de uma viagem carregada de sentimentos, de dignidade e de muita esperança. Mas, mais do que isso, a mostra permite algo ainda mais profundo e intenso, que é a experiência de olhar e ser olhado, por meio dos retratos”, destaca o fotógrafo, que também imigrou ao Brasil há dez anos.

A mostra tem a curadoria de Benedetta Fontana e é realizada pela Associação Voluntários para o Serviço Internacional Brasil, com recursos financiados pelo Escritório de População, Refugiados e Migração (PRM) do governo dos Estados Unidos. Para a edição de São Paulo, a exposição conta com o patrocínio da Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

A mostra ocorre até 26 de junho, exceto no dia 19, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas; sábados, domingos e feriados, das 10 às 18 horas.