GERAL

min de leitura - #

Sabáudia registra desenvolvimento acima da média de toda a região

Da Redação

| Edição de 04 de julho de 2024 | Atualizado em 04 de julho de 2024
Imagem descritiva da notícia Sabáudia registra desenvolvimento acima da média de toda a região

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Sabáudia vem se destacando como um dos municípios que mais cresce em termos econômico e social, proporcionalmente ao tamanho de outros do Paraná e da região Norte do Estado. Pelo menos é o que apontam dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a evolução econômica e social das cidades paranaenses nos últimos anos.

De acordo com informações obtidas pela Prefeitura junto ao instituto, no ano de 2000 o município tinha um Produto Interno Bruto (PIB) da ordem de R$ 20 milhões. Em 2010 subiu significativamente para R$ 705 milhões. E para 2024 há uma projeção de chegar até final do ano em R$ 850 milhões. PIB é a soma de todas as riquezas do município.

Levando-se em consideração a densidade demográfica, o PIB per capita de Sabáudia é de R$ 101 mil por habitante/ano, enquanto a média dos municípios no eixo Londrina-Maringá é de R$ 38 mil e do Paraná, R$ 42 mil. No PIB per capita Sabáudia ocupa a 8ª posição do Paraná.

Dados do Censo Demográfico de 2022 do IBGE indicam que, em número de habitantes, Sabáudia é um dos municípios que mais cresceu no Estado de 2010 para cá. De um Censo para outro, a população saltou de 6.092 em 2010 para 8.886 habitantes em 2022, um crescimento de 45% em doze anos. 

A Prefeitura acredita, no entanto, que esse número seja ainda maior, se levar em conta o aumento das ligações de água e energia elétrica, de crianças matriculadas nas escolas, dos atendimentos na área de saúde e dos empregos que vê gerando. De acordo com a administração municipal, município teria hoje 12 mil habitantes.

O prefeito Moisés Soares Ribeiro (PP) considera que esse crescimento econômico e social de Sabáudia é resultado de uma revolução industrial que teve seu início lá em 2005 na gestão do ex-prefeito Almir Batista dos Santos (PP). O município, que até então tinha a agricultura e a pecuária como principais fontes de renda, passou a receber investimentos industriais, com a geração de emprego e renda através do primeiro parque industrial instalado às margens da rodovia PR-218, na saída para Arapongas.

Hoje, o Parque Industrial de Sabáudia gera em torno de 3 mil empregos, incluindo comércio e outros empreendimentos abertos em função do processo de industrialziação. “Apesar deste crescimento, nós do poder público municipal estamos sempre trabalhando em busca de mais investimentos para a cidade que possam gerar empregos e garantir qualidade de vida para nossa população”, assegura o prefeito. Tanto que a Prefeitura está desapropriando mais uma área de 10 alqueires e um grupo privado também está preparando outra área de 27 alqueires para instalação de empresas.