POLÍTICA

min de leitura - #

Arapongas garante 2% de ganho real para os servidores municipais

Edison Costa

| Edição de 24 de janeiro de 2023 | Atualizado em 24 de janeiro de 2023
Imagem descritiva da notícia Arapongas garante 2% de ganho real para os servidores municipais

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Oprefeito de Arapongas, Sérgio Onofre da Silva (PSC), anunciou nesta terça-feira que o funcionalismo público municipal vai receber reajuste salarial de 8%. Já com a aprovação pela Câmara Municipal, o decreto deve ser publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial. “Foi o índice possível neste momento e sem sair dos limites estabelecidos pela nossa realidade orçamentária. O reajuste de 8% representa 2% a mais do que a inflação do período, sendo o maior aumento de salário de toda a nossa região”, salientou o prefeito.

O reajuste já será aplicado sobre a folha de janeiro. As negociações passaram também pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. O município de Arapongas tem 3.370 servidores ativos e 1.302 aposentados e pensionistas que serão beneficiados pela medida. “Com uma política salarial adequada, concedendo reajustes dentro dos índices que podem ser arcados pela nossa realidade financeira e pagando os salários rigorosamente em dia, estamos fazendo a nossa parte para a valorização dos servidores públicos municipais. O empenho e a dedicação dos servidores são de fundamental importância para o êxito de toda e qualquer administração pública”, finaliza o prefeito. 

PISO DO MAGISTÉRIO

O prefeito Sérgio Onofre explica ainda que o mesmo percentual de reajuste dado aos servidores públicos de modo geral está sendo concedido à categoria dos professores que, conforme assinala, já vêm sendo contemplados com o Piso Nacional do Magistério, inclusive com valores até acima do estabelecido pelo governo federal. A partir deste mês de janeiro o piso passa a valer R$ 4.420,55 para profissionais em início de carreira, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

O prefeito faz questão de frisar, por outro lado, que o Piso Nacional do Magistério não é lei, é apenas uma resolução do governo federal que os prefeitos não são obrigados a cumprir. Isso porque não estabelece de onde viriam os recursos para pagamento dos professores. Mesmo assim, Arapongas vem cumprindo com essa determinação. (COM ASSESSORIA)