POLÍTICA

min de leitura - #

Cadeia pública de Arapongas será desativada e demolida em março

DA REDAÇÃO

| Edição de 04 de fevereiro de 2022 | Atualizado em 17 de fevereiro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

A Cadeia Pública de Arapongas será desativada no próximo mês. Conforme anunciado ontem pelo prefeito, Sérgio Onofre, cerca de 200 presos serão transferidos para a nova unidade da Penitenciária Estadual de Londrina (Pel) e o prédio da carceragem, que fica na Rua Tucanos, centro da cidade, será demolido. O local dará espaço a uma praça. 

“No dia 18 de março  será inaugurada a unidade da PEL em Londrina e o secretário de Segurança do Paraná, com o aval do governador Ratinho Jr, garantiu a transferência dos nossos presos para lá. E com isso, a Prefeitura vai demolir a atual cadeia no centro da cidade, que dará espaço para uma praça. Saindo o termo, nós vamos derrubar aquela estrutura defasada”, anunciou. 
O secretário municipal de Segurança e Trânsito, Paulo Sérgio Argati, explica que o prédio será derrubado assim que os detentos forem realocados. “Assim que inaugurar a PEL, todos os presos serão transferidos e, assim que desocupada, a cadeia será demolida, até para evitar que ela seja usado para outra finalidade”, afirma. 
Argati acrescenta que os presos ficarão na PEL até a conclusão do Centro de Detenção Provisória (CDP) que já está em fase de construção, com previsão de término entre setembro a outubro. “O CDP terá capacidade para 150 presos”, informa Argati. 
O centro está sendo construído no prolongamento da Rua Rouxinol, na zona sul.

PLANO DE 
SEGURANÇA
O anúncio foi feito ontem durante o lançamento do Plano Municipal de Segurança Pública 2022, uma ação que concentra atividades conjuntas entre a Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Conselho Comunitário de Segurança. Na mesma oportunidade, foram apresentados também os índices da criminalidade referentes ao ano passado (ler box).
O prefeito Sérgio Onofre destacou os esforços conjuntos. “Vemos quedas em diversos números nos índices da criminalidade e isto é importante. Uma integração que vem sendo feita desde o primeiro ano do nosso mandato. Os órgãos de segurança de Arapongas têm contribuído para isto”, disse. 
Para os próximos anos, Onofre citou a implantação de mais escolas municipais com a disciplina cívico-militar e inauguração da Escola Estadual do Alto da Boa Vista; para março. O intuito é de que a instituição seja militarizada com o apoio do Exército. 
Onofre também citou o trâmite para a doação de um terreno do município para a construção da sede própria da 22ª Subdivisão da Polícia Civil dentro do projeto Delegacia Cidadã, implantação do Batalhão de Polícia Militar e Escola Militar, para aumento do efetivo em Arapongas. “Temos muitas conquistas para a área da segurança. Queremos o que é de Arapongas e vamos lutar para isso”, pontuou.