POLÍTICA

min de leitura - #

coluna da Tribuna

DA REDAÇÃO

| Edição de 04 de março de 2022 | Atualizado em 17 de março de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Verba para hospital 

O vereador Lucas Ortiz Leugi (PP) recebeu ontem ofício do deputado federal Aliel Machado (PSB), informando que o parlamentar apresentou uma emenda individual no Orçamento da União no valor de R$ 400 mil destinada ao município de Apucarana. O recurso será proveniente do Ministério da Saúde para auxílio na construção do Hospital de Apucarana, que está sendo preparado pela administração do prefeito Junior da Femac (PSD). A emenda foi uma solicitação pessoal do vereador Lucas Leugi visando garantir mais recursos para que esta obra seja concretizada ainda neste ano, conforme a previsão inicial. O hospital municipal é um antigo sonho da população.

Homenagem à Ucrânia
Desde o dia 1º de março a Assembleia Legislativa do Paraná está iluminada com as cores da bandeira da Ucrânia, em uma singela homenagem do Poder Legislativo à resistência do povo ucraniano, que sofre com os ataques militares realizados pela Rússia desde a semana passada. “Essa foi uma forma de homenagearmos essa Nação e também o seu povo, que muito contribuiu e contribui para o desenvolvimento do nosso Paraná”, disse o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), em referência aos quase 500 mil ucranianos e descendentes de ucranianos que vivem no Estado. Deputados estaduais têm se manifestado contra a invasão militar do russos à Ucrânia. 
Romanelli e o PSB
O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli afirmou ontem que deixará o PSB caso a legenda formalize uma federação partidária com o PT e outras legendas. “Eu não permaneço no PSB com uma federação”, confirmou. O parlamentar recebeu convite do deputado federal e líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros, para se filiar ao PP. Para Romanelli, as trocas de legenda devem seguir entendimentos locais, mas haverá muita influência dos alinhamentos nacionais. Para o deputado, além de questões programáticas, a criação das federações, que irão impor uma verticalização das decisões das cúpulas nacionais, é um novo estímulo à movimentação política.

Pacheco sai do PDT
No primeiro dia de abertura da ‘janela’ para troca de partidos, o deputado estadual Marcio Pacheco confirmou ontem que está deixando o PDT para se filiar ao Republicanos. A nova legenda do parlamentar é ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, e deve apoiar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). O Republicanos também integra a base do governador e pré-candidato à reeleição, Ratinho Júnior (PSD). “Estou me filiando a um partido que tem em seu estatuto diretrizes alinhadas ao meu perfil e aos valores tão caros para mim”, afirmou Pacheco. Outros deputados estaduais devem trocar de sigla até 1º de abril, quando termina a “janela”.