POLÍTICA

min de leitura - #

Equipe ministerial será anunciada somente após diplomação, diz Lula

Da Redação

| Edição de 02 de dezembro de 2022 | Atualizado em 02 de dezembro de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta sexta-feira que apenas depois que for diplomado é que anunciará seu ministério. A cerimônia está marcada para o próximo dia 12. “Depois que eu for diplomado e presidente reconhecido é que vou escolher meu Ministério. Não adianta ficar nervoso, criar expectativa”, disse ao chegar ao Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília, onde funciona o gabinete de transição. “Tenho 80% do Ministério na cabeça, mas não é para mim, é para força política que esteve comigo nas eleições”, acrescentou.

O petista disse que não escolheu todos os ministros ainda e que está conversando com todas as forças políticas, inclusive as que não o apoiaram na campanha, mas que têm importância no Congresso Nacional. “Quando ganhamos as eleições, conversamos com deputados e senadores eleitos. Vamos conversar com partidos menores que estiveram conosco. Queremos conversar com setores da sociedade”, disse.

Lula voltou a criticar o uso da máquina pública por Jair Bolsonaro (PL) durante a campanha eleitoral. “Nunca vi alguém utilizar tanto o aparelho de Estado para ganhar uma eleição”, afirmou, repetindo que ele enfrentou não apenas um candidato opositor, mas todo um Estado e suas instituições. “Depois que montarmos o ministério, vamos governar para 215 milhões e não apenas para quem votou em mim.”

Lula evitou responder sobre o futuro do ex-ministro Fernando Haddad (PT) em seu governo. Haddad é um dos principais cotados para assumir o Ministério da Fazenda. “Se eu responder o que você quer, você já vai saber o que eu penso, então eu não vou responder”, disse Lula na entrevista a jornalistas em Brasília. (ESTADÃO CONTEÚDO)

MAIS LIDAS