POLÍTICA

min de leitura - #

Justiça Eleitoral atrasa julgamento de candidaturas para deputado

Claudemir hauptmann

| Edição de 14 de setembro de 2022 | Atualizado em 14 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Justiça Eleitoral atrasa julgamento de candidaturas para deputado

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Oprazo para julgamento das candidaturas, conforme calendário da Justiça Eleitoral, terminou na última segunda-feira (12). Porém, até o final da manhã desta quarta-feira, 119 candidatos a deputado federal e estadual ainda aguardavam julgamento de seus pedidos de registro por parte do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), conforme constava do portal oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A expectativa do TRE-PR, no entanto, é a de que até a meia-noite desta quinta-feira todos os pedidos já estejam julgados.

Entre os 902 candidatos a deputado estadual, no Paraná, apenas duas candidaturas foram indeferidas até esta quarta-feira. Uma delas, a do ex-vereador e ex-deputado estadual Luís Fernandes Litro, do PSD, que, inclusive, já teria recebido R$ 895 mil do fundo partidário para a campanha. Outras 40 candidaturas estão indeferidas, mas ainda dependem de julgamento de recursos, no próprio TRE. 

Conforme o site do TSE, outras 17 candidaturas a deputado estadual no Paraná foram renunciadas pelos seus concorrentes por um motivo ou outro, sendo sete mulheres. Entre os que constam como renúncias, o nome mais conhecido no Paraná, principalmente na região Oeste, é o de Paulo Mac Donald Ghisi (Podemos), ex-prefeito de Foz do Iguaçu. 

Entre as mulheres que renunciaram à candidatura, está a assistente social de Bom Sucesso, Rosana Ferreira Lopes, a Rosana do Ná, que era candidata pelo PSD, porém nem chegou a fazer campanha dentro do período estabelecido pelo calendário eleitoral do TSE. 

O TRE-PR ainda precisa julgar 63 pedidos de registro de candidaturas à Câmara Federal, segundo status que o próprio tribunal mantém atualizado no site https://divulgacandcontas.tse.jus.br/ . Ao todo, foram feitos 632 pedidos de registro, dos quais 21 já renunciaram. Um deles é o advogado Ademir Prudêncio da Silva, o Dr. Ademir, que era candidato a deputado federal pelo PT de Ivaiporã. 

Outros 25 pedidos de registro a deputado federal estão indeferidos na listagem do TSE, mas as candidaturas ainda podem ser confirmadas, porque aguardam julgamento de recursos no TRE-PR.

GOVERNO

Ainda no site do TSE, nas chapas majoritárias apenas o candidato a vice-governador do PMN, Osni Francisco Minotto, de Araucária, aparece como indeferido. O candidato ao Governo pelo mesmo partido, Marco Antônio Santos, consta como o único que ainda aguarda julgamento do pedido de registro. 

Todos os demais candidatos ao governo já tiveram as candidaturas deferidas pela Justiça Eleitoral do Paraná. Entre os candidatos ao Senado, Alvaro Dias (Podemos) e Sérgio Moro (União Brasil) ainda aguardavam julgamento ontem.