POLÍTICA

min de leitura - #

Lula tenta se aproximar da bancada ruralista

Estadão Conteúdo

| Edição de 21 de setembro de 2022 | Atualizado em 21 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Lula tenta se aproximar da bancada ruralista

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sinalizou uma possível aproximação com a bancada ruralista no Congresso Nacional. Nesta terça, Lula disse que em um eventual governo tende a trabalhar alinhado à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

“Acho que a bancada ruralista é muito respeitada. É uma bancada grande. Terei de conversar com ela como converso com a bancada do PT ou a do PSDB, ou seja, não escolho ideologicamente as pessoas para conversar quando tenho um assunto para resolver. É assim que tem de agir um presidente da República”, afirmou o ex-presidente em entrevista ao Canal Rural.

Uma das maiores e mais articuladas bancadas do Congresso, com 280 parlamentares, a FPA é considerada importante base de sustentação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). Hoje, Lula já conta com apoio formalizado de dois parlamentares ligados à frente: o senador licenciado Carlos Fávaro (PSD-MT) e o deputado federal e ex-ministro da Agricultura do governo Dilma, Neri Geller (PP-MT), que é vice-presidente da FPA.

Nos bastidores, diante da liderança de Lula nas pesquisas de intenção de voto, deputados ruralistas e bolsonaristas vêm manifestando a aliados do ex-presidente a intenção de compor um eventual governo petista, segundo interlocutores ouvidos pelo Broadcast Político . Outros se movimentam no sentido de diminuir o tom das críticas ao ex-presidente e buscar uma conciliação como provável base governista, enquanto continuam na campanha para reeleição de Bolsonaro. Parte deles alega que trabalha em “nome do setor”, estando disposta a dialogar com o Executivo, independentemente de quem assuma a Presidência. (ESTADÃO CONTEÚDO)