POLÍTICA

min de leitura - #

Partidos iniciam convenções para escolha de candidatos no Paraná

Da Redação

| Edição de 19 de julho de 2022 | Atualizado em 19 de julho de 2022

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Começa hoje a vai até 5 de agosto o período estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para os partidos políticos realizarem convenções para definição dos candidatos a presidente da República e vice, governadores e vice, senadores e deputados federais, estaduais e distritais.

No Paraná as movimentações partidárias visando a disputa pelo governo têm início já neste primeiro dia do calendário de convenções, 20 de julho. Quem sai na frente na realização do encontro estadual é o PSDB, nesta quarta-feira, em Curitiba. Legenda deverá formalizar a candidatura do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Guarapuava, César Silvestri Filho, ao governo do Paraná. O partido, no entanto, não deverá definir um nome para o Senado nesta convenção. Vai esperar a convenção do União Brasil, ao qual está filiado o ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, que será realizada no dia 3 de agosto.

Neste sábado, dia 23, será a vez do Progressistas (PP) realizar sua convenção estadual, que está marcada para Londrina. A princípio o partido pretende lançar apenas o nome do deputado estadual Guto Silva para o Senado, embora isso também dependerá dos rumos a serem seguidos pelo grupo político do governador Ratinho Junior.

Também no dia 23, o Partido dos Trabalhadores (PT) fará seu encontro estadual para formalizar a candidatura ao Palácio Iguaçu do ex-governador e ex-senador Roberto Requião, tendo o ex-deputado estadual Hermas Brandão como vice.

A convenção estadual do MDB está marcada para o dia 25, segunda-feira, em Curitiba. O partido já antecipou apoio à reeleição do governador Ratinho Junior e poderá lançar o ex-governador Orlando Pessuti para o Senado.

O PSD do governador Ratinho Junior marcou sua convenção estadual para o dia 30, em Curitiba. Além de confirmar a candidatura de Ratinho Jr. à reeleição, o partido terá que definir quem serão os candidatos a vice-governador e senador e a quem vai apoiar para a presidência da República, que a princípio deverá ser o atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

Ainda no dia 30, farão suas convenções o PDT, PROS e Republicanos. PDT e Republicanos ainda não têm pré-candidatos à majoritária, enquanto o PROS estuda lançar para o Senado a deputada federal Aline Sleutjes.

O Podemos fará seu encontro estadual dia 31, em Curitiba, devendo confirmar a candidatura do senador Alvaro Dias à reeleição. O senador Flávio Arns é pré-candidato ao governo, definição que vai depender do partido.

Além dos pré-candidatos ao governo citados, também postulam o Palácio Iguaçu o deputado federal Filipe Barros (PL), Professora Ângela Machado (PSOL), Boca Aberta (Agir), Solange Ferreira Bueno (PMN), Sargento Scarioti (sem partido) e Vivi Mota (PCB). Já o deputado federal Paulo Martins (PL) pretende entrar na disputa pelo Senado.