CIDADES

min de leitura - #

Apucarana inicia treinamento de jovens na administração pública

Da Redação

| Edição de 12 de setembro de 2022 | Atualizado em 12 de setembro de 2022
Imagem descritiva da notícia Apucarana inicia treinamento de jovens na administração pública

Fique por dentro do que acontece em Apucarana, Arapongas e região, assine a Tribuna do Norte.

Cinquenta jovens com idade entre 14 e 24 anos começaram a receber ontem aprendizado técnico-profissional em serviços administrativos. Aprovados em uma seletiva que contou com 1.050 inscritos, eles integram a primeira turma do Programa de Aprendizagem Profissional na Administração Pública Municipal (Aprende), iniciativa idealizada pelo juiz Maurício Mazur, titular da 2ª Vara da Justiça do Trabalho, e encampada pela Prefeitura de Apucarana, com apoio da Câmara Municipal de Vereadores.

A aula inaugural, que aconteceu junto ao Senac, entidade que será responsável pela formação teórica dos aprendizes, contou com a presença do secretário Municipal da Indústria, Comércio e Emprego, Edison Peres Estrope, do juiz Maurício Mazur, do gerente-executivo do Senac Apucarana, Lucas Salvalaggio da Silva, e dos vereadores Jossuela Pirelli, Rodrigo Liévore (Recife), Marcos da Vila Reis, Luciano Facchiano. “Apucarana está na vanguarda nacional com este programa. Existem algumas ações semelhantes, mas não tão bem estruturadas como o Aprende”, disse o juiz Maurício Mazur. 

Mazur frisou que a ideia foi uma contribuição como cidadão e destacou que a o projeto ganhou apoio desde que foi apresentado. “Nunca ouvi um “mas”, “vamos ver”, “não sei se dá”. Sempre foi “vamos fazer”. No Senac, uma casa qualificada que construiu um plano de aprendizagem diferenciado, na prefeitura encontrei vontade política e administrativa e, na Câmara de Vereadores, debate qualificado”, observou Mazur. 

Aos aprendizes, ele apresentou dado de recente pesquisa que revelou que 68% dos jovens com idade entre 14 e 24 anos que concluem um aprendizado profissional conseguem um emprego permanente. “As estatísticas para quem não tem esse aprendizado são muito diferentes, por isso peço que não desperdicem essa oportunidade”, contextualizou Mazur.

O secretário  Edison Peres Estrope lembrou que o programa teria iniciado antes, não fosse a pandemia. “Em fevereiro de 2019 realizamos a seleção do Aprende, que atraiu mais de mil jovens e, quando iam começar as convocações, veio a pandemia, causando esses mais de dois anos de atraso. Por conta disto, muitos de vocês hoje já poderiam estar ainda mais à frente em suas vidas profissionais, mas mesmo diante de toda dificuldade causada pela Covid-19 o programa sempre foi tratado como prioridade pela gestão do prefeito Júnior da Femac, que sabe a importância da qualificação profissional”, disse. 

Metade dos jovens que iniciam a primeira turma do Programa Aprende irá atuar na administração direta (prefeitura) e a outra junto à Autarquia Municipal de Educação (AME). “A aprendizagem terá uma carga horária total de mil horas, distribuídas entre o trabalho e o curso de aprendizagem. As atividades serão desenvolvidas no contraturno escolar do jovem aprendiz, somando uma carga horária diária de quatro horas”, relata Miguel Luiz Vilas Boas, diretor do Centro de Qualificação Total da Prefeitura de Apucarana. 

O contrato de aprendizagem terá duração de um ano e a remuneração será de um salário mínimo, em valor proporcional à carga horária trabalhada